Bolsa

CMVM determina auditor independente para fixar preço da saída de bolsa da Compta

Gabriela Dias,  presidente da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM)
Gabriela Dias, presidente da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM)

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) determinou que seja nomeado um auditor independente para fixar o preço de saída da bolsa da tecnológica Compta, por as ações terem “reduzida liquidez”, segundo um comunicado hoje divulgado.

Na mesma nota, o regulador, liderado por Gabriela Figueiredo Dias, salienta “que solicitou à Ordem dos Revisores Oficiais de Contas a nomeação de um auditor independente para fixação da contrapartida mínima a oferecer em caso de deferimento do pedido de perda da qualidade de sociedade aberta da Compta”.

A CMVM detalha que “a deliberação ora comunicada assenta na verificação de que as ações da Compta — Equipamentos e Serviços de Informática, S.A. apresentam reduzida liquidez, pelo que a contrapartida mínima acima referida deverá ser determinada por auditor”.

Os acionistas da Compta aprovaram em abril, em assembleia-geral, a saída da empresa de bolsa, anunciou nessa altura ao mercado a empresa de equipamentos e serviços de informática.

A Compta está cotada no índice Euronext Lisboa Geral (PSI Geral).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
2. Os telemóveis desvalorizam até 78% do investimento num ano

Burlas com SMS custam um milhão por ano aos consumidores

Ana Jacinto, secretária-geral da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) antes de uma entrevista, esta manhã nos estúdios TSF.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Ana Jacinto. Hotelaria e restauração precisam de mais de 40 mil trabalhadores

Austin, EUA

Conheça o ranking das cidades mais desejadas pelos millennials em 2020

CMVM determina auditor independente para fixar preço da saída de bolsa da Compta