CMVM pede esclarecimentos à SAD do Benfica sobre transferência de Ederson

Clube treinado por Pep Guardiola poderá gastar 45 milhões de libras (51,5 milhões de euros) pelo passe do guarda-redes brasileiro.

A SAD (Sociedade Anónima Desportiva) do SL Benfica tem até ao final desta segunda-feira para prestar esclarecimentos ao mercado sobre uma possível transferência do guarda-redes Ederson Moraes. A indicação foi transmitida esta segunda-feira ao Dinheiro Vivo por fonte oficial da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

"Foram pedidos esclarecimentos à SAD do SL Benfica ao mercado até ao final do dia", responde fonte oficial da CMVM contactada esta segunda-feira pelo Dinheiro Vivo .

Desde a noite de domingo que a comunicação social inglesa dá como certa a transferência do guarda-redes Ederson Moraes para o Manchester City. Segundo a Sky Sports, o guardião brasileiro deverá realizar testes médicos na terça-feira em Manchester.

O clube treinado por Pep Guardiola poderá gastar 45 milhões de libras (51,5 milhões de euros) pelo passe do guarda-redes brasileiro. Metade deste valor irá para os cofres da Luz; 30% para o Rio Ave e os restantes 20% para a Gestifute, agência do empresário Jorge Mendes.

A confirmar-se, esta será a segunda transferência mais cara de sempre de um guarda-redes, apenas atrás da mudança de Gianlugi Buffon do Parma para a Juventus, em 2001, por 53 milhões de euros.

Na semana passada, o Manchester City pagou 50 milhões de euros ao Mónaco pelo jogador português Bernardo Silva, formado pelo SL Benfica.

As ações do SL Benfica seguem a descer 1,25% para 1,027 euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de