entrevista

Constâncio revela contrato que impedia BdP de travar crédito a Berardo

Vítor Constâncio, ex-governador do Banco de Portugal
Vítor Constâncio, ex-governador do Banco de Portugal

Em entrevista ao DN e à TSF, o ex-governador do Banco de Portugal revela as cláusulas do contrato de empréstimo entre a Caixa Geral de Depósitos e a Fundação Berardo.

O contrato de crédito entre a Caixa Geral de Depósitos e a Fundação Berardo – para aquisição de ações do BCP – nunca esteve dependente de qualquer aprovação do Banco de Portugal. Em entrevista à TSF e ao DN, para ouvir este domingo, o antigo governador do banco central revela partes do contrato de crédito para deixar bem claro que nunca poderia ter impedido esta operação.

“Visto que, durante uma semana, se discutiu em Portugal – com as mais infames calúnias a meu respeito – a propósito desse contrato e, aparentemente, ninguém leu o contrato, eu pedi formalmente ao Banco de Portugal o contrato e li-o”, revela. Leia mais no DN

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
boris johnson brexit

Brexit: Um acordo que responde “às circunstâncias únicas da Irlanda”

Álvaro Santos Pereira, ex-ministro da Economia, na comissão de inquérito do Parlamento sobre as rendas excessivas da eletricidade, Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Álvaro Santos Pereira ataca “corporativismo” de notários, advogados e arquitetos

Álvaro Santos Pereira, ex-ministro da Economia, na comissão de inquérito do Parlamento sobre as rendas excessivas da eletricidade, Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Álvaro Santos Pereira ataca “corporativismo” de notários, advogados e arquitetos

Outros conteúdos GMG
Constâncio revela contrato que impedia BdP de travar crédito a Berardo