EDP e EDP Renováveis são as duas cotadas mais valiosas do PSI20

EDP Renováveis foi a única das 18 cotadas em terreno positivo, nesta quinta-feira. Valorizou 0,30% o PSI20 fechou a perder 2,2% para 4.858,80 pontos

No final de janeiro, a EDP pôs fim a mais de dois anos de liderança da Galp Energia no ranking das cotadas mais valiosas da bolsa portuguesa, agora foi a vez da outra empresa do grupo, a EDP Renováveis, ascender à segunda posição. Em conjunto, a capitalização do grupo EDP é, agora, de quase 28,3 mil milhões de euros.

E se na quarta-feira eram quase mil milhões de euros que separavam a segunda e terceira classificadas, com respetivamente, 11.445 milhões e 10.573 milhões, conforme adiantou o Negócios, o fosso agravou-se, esta quinta-feira, já que a EDP Renováveis foi a única cotada do PSI20 a valorizar-se, fechando com um ganho de 0,3% para 13,16 euros a ação. A Galp perdeu 2,9% e fechou nos 12,38 euros. A EDP perdeu 2,49% para 4,583 euros a ação. O PSI20, o principal índice da bolsa portuguesa, caiu 2,20% para 4.858,80 pontos, em linha com as principais bolsas europeias

A ascensão da EDP Renováveis, que começou já na semana passada, foi reforçada a partir da nota de research divulgada pela Goldman Sachs, subindo o preço-alvo deste título de 11,30 euros para 14,50 euros, com uma recomendação de compra. O banco norte-americano classificou mesmo a EDP Renováveis como "um dos poucos “pure plays” no crescimento global das energias renováveis".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de