Euronext

Euronext muda centro tecnológico para o Porto e contrata 100 pessoas

Fotografia: Gustavo Bom/Global Imagens
Fotografia: Gustavo Bom/Global Imagens

Maria João Carioca, a nova presidente da Euronext Lisbon, 44 anos, sublinha que a bolsa portuguesa será o segundo maior empregador do grupo.

Maria João Carioca, que veio da CGD e iniciou as novas funções dia 1 de junho, diz que este é apenas um projeto que mostrará um papel cada vez mais ativo da Euronext Lisbon no grupo Euronext.

“Seremos o segundo maior empregador do grupo e as pessoas a contratar não são para funções indiferenciadas, mas antes para funções críticas. Uma parte significativa de infraestruturas, de IT, equipas de desenvolvimento, de sistemas, de segurança e de formação”, acrescentou, esta manhã, Maria João Carioca, numa conferência de imprensa.

Leia mais: Nova CEO da Bolsa portuguesa admite que caso das obrigações seniores do BES afastou grandes investidores.

“Permitam-me o luxo de me entusiasmar com isto. Estes serviços estavam a funcionar em oito localizações e agora passam a estar centralizados no Porto”, acrescentou.

Este centro tecnológico será transferido de Belfast, no Reino Unido, e o projeto de transferência para o Porto foi iniciado no tempo do anterior presidente da Euronext, Luís Laginha de Sousa.

O processo de recrutamento deverá estar concluído até setembro, sendo que a nova empresa deverá estar pronta a funcionar em meados de 2017.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
16. Empregados de mesa

Oferta de emprego em alta no verão segura aumento de salários

Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (Fotografia: José Coelho/ Lusa)

Marcelo aprova compra do SIRESP. Governo fica com “acrescidas responsabilidades”

draghi bce bancos juros taxas

BCE volta a Sintra para o último Fórum com Draghi na liderança

Outros conteúdos GMG
Euronext muda centro tecnológico para o Porto e contrata 100 pessoas