Bolsa

Europa mista confiante com acordo comercial entre EUA e China

REUTERS/Simon Dawson
REUTERS/Simon Dawson

Cerca das 09:20 em Lisboa, o EuroStoxx 600 estava em baixa, a cair 0,16% para os 370,86 pontos.

As principais bolsas europeias negociavam hoje mistas, com os investidores cada vez mais confiantes num acordo comercial entre os Estados Unidos e a China a muito curto prazo.

Cerca das 09:20 em Lisboa, o EuroStoxx 600 estava em baixa, a cair 0,16% para os 370,86 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Milão recuavam 0,68%, 0,09% e 0,28%, enquanto as de Frankfurt e Madrid subiam 0,18% e 0,10%, respetivamente,

Depois de ter aberto em baixa, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 09:20, o principal índice, o PSI20, descia 0,55% para 5.149,97 pontos.

Os mercados estão cada vez mais confiantes num acordo comercial entre Washington e Pequim, cujos representantes se reúnem de novo hoje, a uma semana do final da trégua comercial entre os dois países.

Os analistas esperam que os dois países caso não consigam alcançar o acordo avancem para um alargamento da trégua comercial, que termina em 01 de março.

Os mercados também continuam pendentes dos desenvolvimentos do ‘Brexit’, previsto para 29 de março.

Em Nova Iorque, a bolsa terminou em alta na quarta-feira com o Dow Jones a subir 0,24%, para 25.954,44 pontos, depois de ter atingido em 03 de outubro os 26.828,39 pontos, atual máximo desde que foi criado em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a avançar 0,03% para 7.489,07 pontos, após ter subido até aos 8.109,69 pontos em 29 de agosto, atual máximo de sempre.

A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,1333 dólares, contra 1,1350 dólares na quarta-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em abril abriu hoje em alta, a cotar-se a 67,18 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 0,14% do que na sessão anterior e depois de ter estado acima dos 85 dólares no início de outubro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Frederico Varandas, presidente do Sporting.

(Filipe Amorim / Global Imagens)

Sporting vende créditos de contrato com a NOS por 65 milhões

Frederico Varandas, presidente do Sporting.

(Filipe Amorim / Global Imagens)

Sporting vende créditos de contrato com a NOS por 65 milhões

Cerimónia da assinatura da venda do Novo Banco à Lone Star, no Banco de Portugal. Luis Máximo dos Santos, Donald Quintin e Carlos Costa.

( Filipe Amorim / Global Imagens )

Máximo dos Santos: “Venda do Novo Banco evitou sério prejuízo”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Europa mista confiante com acordo comercial entre EUA e China