Mercados

Fundador da Amazon perde 2 mil milhões graças a Trump e Kim Jong

Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon. Fotografia: REUTERS/Joshua Roberts
Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon. Fotografia: REUTERS/Joshua Roberts

Fundador da Amazon perdeu o segundo lugar entre os mais ricos do mundo para Amâncio Ortega, da Zara, devido às tensões com a Coreia do Norte.

O abalo desta quinta-feira nas bolsas mundiais devido à escalada de tensões entre Donald Trump e Kim Jong-Un, presidentes dos EUA e da Coreia do Norte, respetivamente, fez desaparecer dois mil milhões de dólares (cerca de 1,7 mil milhões de euros) da fortuna de Jeff Bezos.

O fundador da Amazon perdeu, assim, o lugar de segundo mais rico do Mundo, a seguir a Bill Gates, de acordo com as contas do Bloomberg Billionaires Index. A fortuna de Jeff Bezzos está, agora, avaliada em 82,2 mil milhões de dólares (quase 70 mil milhões de euros), ao passo que a do espanhol fundador da Zara é de 82,8 mil milhões de dólares (cerca de 70,4 mil milhões de dólares). O mais rico, Bill Gates, está avaliado em 90 mil milhões de dólares (76,5 mil milhões de euros).

Nos últimos dias, enquanto a fortuna de Bezzos encolhia 2 mil milhões de dólares em bolsa, as de Bill Gates e de Amâncio Ortega também perderam, respetivamente, 848 milhões e 833 milhões de dólares (cerca de 721 milhões e 708 milhões de euros, respetivamente).

Os bilionários de setores tecnológicos foram os mais afetados pela disputa verbal entre o presidente norte-americano e o presidente da Coreia do Norte, representando sete das 10 maiores descidas mundiais em bolsa.

Num só dia, esta quinta-feira, as ações de Jeff Bezzos foram as mais afetadas, tendo perdido 2,6%. Seguiram-se as de William Ding (Netease), que desvalorizaram 1,8 mil milhões de dólares, para 16,8 mil milhões de dólares; e as de Mark Zuckerberg, que perderam 1,6 mil milhões em valor, para 71,2 mil milhões de dólares.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Estado abdica de 10,8 mil milhões de receita fiscal

casas-do-airbnb_16b

Casa deixa de contar para o IRS quando se muda o crédito de banco

Fotografia: Nacho Doce/Reuters

Oi. “Centenas” de obrigacionistas portugueses não conseguiram fechar acordo

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Fundador da Amazon perde 2 mil milhões graças a Trump e Kim Jong