gestão de ativos

Fundos do Crédito Agrícola passam para a IMGA

Acordo ainda tem de ser aprovado pelo supervisor

O Grupo CIMD e o Grupo Crédito Agrícola acordaram a transferência da gestão dos fundos mobiliários geridos pela CA Gest para a IMGA, assim como a comercialização na rede de agências do grupo Crédito Agrícola, segundo o comunicado divulgado.

“Com esta operação, a IMGA passa a gerir um valor global superior a 2 mil milhões de euros, consolidando a sua posição de 3ª maior gestora de fundos de investimento mobiliário em Portugal com uma quota de mercado de 17,9%”, acrescenta a informação divulgada.

Licínio Pina, Presidente do Conselho de Administração Executivo da Caixa Central diz que “para o grupo Crédito Agrícola, esta transação tem como pressuposto a continuidade da excelente performance que os Fundos CA têm apresentado”.

Para o Grupo CIMD, do qual o Grupo Crédito Agrícola é acionista, significa crescimento do volume de ativos sob gestão e a obtenção de economias de escala adicionais num sector cada vez mais exigente e competitivo como é o da gestão de fundos de investimento mobiliário.”

Emanuel Silva, Presidente da Comissão Executiva da IMGA, diz que a operação contribui de forma importante para a consolidação da atividade “após a aquisição da Millennium Gestão de Ativos em maio de 2015, o acordo com o Grupo Crédito Agrícola permitirá garantir uma maior cobertura do território nacional, ficando a IMGA com mais de 1.500 pontos de distribuição que representam cerca de 25% dos recursos de clientes do sistema financeiro nacional”.

Com este acordo a sociedade ficará a gerir 28 fundos de investimento mobiliários. O acordo ainda tem de ser aprovado pelo supervisor.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Trabalhos de descarga de contentores no Porto de Sines, 12 de fevereiro de 2020. TIAGO CANHOTO/LUSA

Exportações com quebra de 17% na primeira metade do ano

Isabel Camarinha, líder da CGTP, fala aos jornalistas após audiência com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no Palácio de Belém, em Lisboa, 30 de julho de 2020. (MIGUEL A. LOPES/LUSA)

CGTP. Governo nega complemento a quem esteve em lay-off sem justificação

spacex-lanca-com-sucesso-e-pela-primeira-vez-a-nave-crew-dragon-para-a-nasa

SpaceX lança 57 satélites para criar rede mundial de Internet de alta velocidade

Fundos do Crédito Agrícola passam para a IMGA