Bolsa

As cinco ações do PSI20 preferidas pelos fundos de investimento

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Os fundos de investimento portugueses têm 185 milhões de euros investidos na bolsa nacional. Mas a grande aposta foi na dívida portuguesa.

Os gestores dos fundos de investimento portugueses reduziram ligeiramente a exposição à bolsa nacional em fevereiro e aumentaram o investimento em dívida do Estado, segundo dados divulgados esta segunda-feira pela CMVM.

O montante aplicado em ações nacionais teve uma descida de 2,7% para 185,2 milhões de euros em fevereiro face ao mês anterior. Mas houve cotadas que foram alvo de reforços, via novo investimento ou valorização das ações. Foi o caso da Galp, em que as posições dos fundos aumentaram mais de 13% para 17,1 milhões de euros, e da Navigator, em que os investimentos destas entidades subiram mais de 9% para 14,1 milhões de euros.

Ainda assim, apesar da diminuição de mais de 4% do montante aplicado, o BCP e a Sonae continuam a ser as cotadas nacionais em que os fundos mais investem, com as posições naquelas ações a situarem-se em 21,9 milhões e 17,4 milhões de euros, respetivamente. Os veículos de investimento também reduziram as posições

Outra das grandes apostas dos gestores de fundos nacionais foi a dívida pública portuguesa. A exposição a Bilhetes do Tesouro e Obrigações do Tesouro aumentou mais de 7% em fevereiro face a janeiro. O total das aplicações é de mais de 306 milhões de euros.

BCP. As ações do banco liderado por Nuno Amado são as preferidas dos gestores de fundos portugueses. Apesar do valor investido ter descido 4,6% em janeiro para 21,9 milhões de euros, o BCP é a cotada do PSI20 mais representada na carteira dos fundos de investimento.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Antonoaldo Neves EPA/GUILLAUME HORCAJUELO

TAP contrata mil tripulantes, traz 37 aviões novos e liga o Whatsapp (de graça)

Fotografia: João Girão/Global Imagens

Autoeuropa pode parar a qualquer momento por falta de espaço para os carros

gaspar fmi contas públicas défice dívida

FMI. Dívida mundial atinge máximo histórico de 162 biliões de euros

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
As cinco ações do PSI20 preferidas pelos fundos de investimento