Guerra entre pequenos investidores e fundos especuladores a alastrar

São os heróis da revolta contra os fundos especuladores. A partir da rede social Reddit, pequenos investidores enfrentaram a elite financeira.

Foi a vingança dos pequenos investidores. Em poucos dias, concertados nas redes sociais, ganharam milhões e provocaram elevadas perdas em fundos especuladores. Por detrás do movimento estão investidores irreverentes, unidos em grupos e fóruns nas redes sociais, que enfrentaram a elite financeira, habituada a decidir a evolução das cotações. Um fundo especulativo que apostava na queda das ações da norte-americana GameStop chegou a precisar de ser alvo de um resgate.

Esta empresa está, aliás, no epicentro do terramoto que causou agitação em Wall Street e que depois alastrou para outros mercados. Um grupo de pequenos investidores unidos no fórum WallStreetBets, na rede social Reddit, combinou a compra em massa de ações da GameStop, uma retalhista de jogos a braços com uma crise e que estava sob ataque cerrado de fundos especulativos. A concertação levou a uma forte subida da cotação das ações da empresa. Os fundos especuladores tiveram de se apressar para comprar ações e travarem as perdas que já estavam a registar. O resultado foi uma maior escalada da GameStop em bolsa. As ações da empresa passaram dos 43 dólares para 347 dólares no espaço de dias, elevando a capitalização bolsista da empresa para perto dos 20 mil milhões de dólares e tornando milionários alguns dos pequenos investidores.

A batalha já causou vítimas entre os poderosos fundos especulativos. Com a subida do preço das ações, os short sellers sofreram fortes perdas. O fundo Melvin Capital foi alvo de um resgate na segunda-feira, com a Citadel e a Point72 Asset Management a injetarem 2,75 mil milhões de dólares (2,27 mil milhões de euros) no fundo que estava entre os que apostavam na queda das ações da GameStop.

Mas o movimento não ficou por aqui. Mais investidores amadores entraram na guerra e, a partir de grupos noutras redes sociais, combinaram a compra de mais ações de outras empresas. Entre as cotadas que beneficiaram deste movimento estão a BlackBerry e a norte-americana AMC, dona de uma cadeia de cinemas.

A revolta dos pequenos investidores entupiu as aplicações e plataformas de negociação. Algumas apps, incluindo a Robinhood, travaram as compras de ações de empresas como a GameStop e a AMC, o que foi contestado por investidores. O Facebook fechou um popular grupo, o Robinhood Stock Traders, com 157 mil membros, mas justificou a decisão com motivos não relacionados com ações.

Desde o pico registado nos últimos dias, as cotadas que foram alvo desta revolução em bolsa já corrigiram e as cotações baixaram. Ainda assim, ações como as da GameStop continuam muito acima dos valores anteriores à batalha entre pequenos investidores e hedge funds. A cotação da empresa situava-se nos 328 dólares, no final da tarde de sexta-feira.

Para somar ao frenesim, outros investidores concertaram a compra em massa de bitcoin, numa altura em que a maior moeda virtual do mundo estava sob pressão. Elon Musk, presidente da Tesla, colocou um hashtag da bitcoin na sua biografia no Twitter e a moeda disparou. Uma outra moeda, que começou com uma piada, a dogecoin, também explodiu, ajudada por investidores concertados na Reddit e um tweet de Musk. Será um sinal de que a revolução vai continuar?

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de