Bolsa

Infinox: Ações de energia e retalho são as preferidas para 2020 em Portugal

parque_eolico
Foto: EDP

O índice PSI-20 é visto a terminar o ano de 2020 nos 4.800 pontos, uma queda de 5,2% face aos atuais 5.065 pontos.

A corretora britânica Infinox indicou esta terça-feira que as ações de energia e retalho são as suas preferidas do PSI20 para o próximo ano, por estarem ligadas a setores defensivos e de consumo básico e devido ao rendimento mais elevado que podem oferecer aos acionistas.

Numa apresentação realizada hoje em Lisboa, Pedro Amorim, analista da corretora, apontou que, num contexto de arrefecimento da economia “a seleção de ações nacionais deve ser mais cautelosa” e apontou a EDP, a Galp, a Jerónimo Martins, a REN e a Sonae como as mais interessantes opções para os investidores em 2020.

Lembrou que estas empresas, além de poderem valorizar em bolsa, também pagam dividendos atrativos, apresentando um dividend yield entre os 2,24%, no caso da Jerónimo Martins, e os 6,17%, no caso da REN. Assim, mesmo que registem uma queda em bolsa, o dividendo pode compensar, explicou.

Nos mercados, antecipa-se que o índice PSI20 feche o ano de 2019 nos 5.065 pontos, face aos 5.051 que regista esta terça-feira. O índice é visto a terminar o ano de 2020 nos 4.800 pontos, segundo os dados divulgados pela Infinox, citando as estimativas divulgadas pela Bloomberg, baseadas na média de previsões de casas de investimento.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
precários jovens licenciados

Jovens, precários e licenciados pagam ajustamento laboral da pandemia

Uma funcionária transporta máscaras de proteção individual na fábrica de confeções Petratex, em Carvalhosa, Paços de Ferreira, 27 de abril de 2020. HUGO DELGADO/LUSA

Mais de 60% dos “ausentes” do trabalho são mulheres

Obras da IP vão acabar com todas as passagens de nível entre Espinho e Vila Nova de Gaia. Exemplo da passagem de nível da Aguda. (Tony Dias/Global Imagens)

Obras na linha do Norte atrasam comboios a partir de 30 de agosto

Infinox: Ações de energia e retalho são as preferidas para 2020 em Portugal