Investidores portugueses são os mais preocupados com sustentabilidade

A maioria dos investidores portugueses defende que os investimentos em sustentabilidade se tornaram importantes, segundo um estudo da Schroders.

A maioria dos investidores portugueses defende que os investimentos em sustentabilidade se tornaram importantes, sendo os investidores europeus com mais consciência nesta matéria, segundo um estudo da Schroders.

A Schroders publicou esta quinta-feira a segunda parte do seu Global Investor Study 2018, que é dedicado à sustentabilidade.

"A grande conclusão que se retira no que diz respeito a Portugal é a de que a maioria dos investidores diz que os investimentos em sustentabilidade se tornaram mais importantes. Este

é o resultado mais elevado na Europa, que tem uma média de 74%, e é inclusive mais elevado do que a média global de 76%", refere a casa de investimento num comunicado divulgado esta quinta-feira.

Segundo o mesmo estudo, "69% dos investidores portugueses dizem até que aumentaram os seus investimentos em ativos sustentáveis nos últimos cinco anos, o que compara com a média global de 64%".

Contudo, 61% admite que evitou fazer mais investimentos em ativos sustentáveis devido à falta de informação, aconselhamento ou compreensão, "em particular aconselhamento e dados sobre a forma como os gestores de fundos se relacionam com as empresas nas quais investem, que tipos de investimento são, ou que investimentos têm uma abordagem sustentável".

"Apesar disso, 41% dos investidores portugueses dizem que preferem investir em ativos sustentáveis do que naqueles que não têm em consideração o fator sustentabilidade", adianta.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de