Dívida

Portugal paga menos de 0,1% por dívida a 10 anos

Frankfurt, Alemanha.  REUTERS/Ralph Orlowski
Frankfurt, Alemanha. REUTERS/Ralph Orlowski

Existe a expectativa de que o Banco Central Europeu (BCE) possa aprovar na reunião de 12 de setembro um pacote de estímulo económico.

Os juros das Obrigações do Tesouro portuguesas a 10 anos desceram pela primeira vez abaixo do nível de 0,1% no mercado secundário.

Às 16H50 os juros da dívida soberana portuguesa a 10 anos seguiam nos 0,07%, a descer 10 pontos base, segundo dados da Bloomberg.

Os juros da dívida portuguesa a 10 anos caminham para negociar em terreno negativo, à semelhança do que já se verifica na dívida com maturidades inferiores.

“A procura pela dívida com os melhores juros é mais dominante do que a procura por dívida com mais qualidade”, referem os analistas do Commerzbank numa nota divulgada esta quinta-feira.

Adianta que ” muitos investidores estão desesperados por juros positivos”, pelo que a procura deve manter-se.

 

Existe a expectativa de que o Banco Central Europeu (BCE) possa aprovar na reunião de 12 de setembro um pacote de estímulo económico.

O BCE já admitiu que pode vir a cortar taxas de juro, seguindo a tendência de outros bancos centrais a nível mundial.

Os investidores têm vindo a procurar ativos de refúgio, como o euro e as obrigações soberanas alemãs, e a desfazer-se de ativos de maior risco, como as ações. A perspetiva de uma recessão económica gerou ontem uma nova onda de vendas nas bolsas, com o índice norte-americano Dow Jones a registar a sua pior sessão deste ano.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
President of the European Commission Ursula von der Leyen (L) and President of the European Council Charles Michel give a press conference during the second day of a special European Council summit in Brussels on February 21, 2020, held to discuss the next long-term budget of the European Union (EU). (Photo by kenzo tribouillard / AFP)

Conselho Europeu termina em Bruxelas sem acordo

Jerónimo Martins é dona do Pingo Doce

Lojas Pingo Doce “que estavam perto da Mercadona cresceram”

Hebe

Jerónimo Martins expande marca Hebe para Eslováquia e República Checa

Portugal paga menos de 0,1% por dívida a 10 anos