Bolsa

Levi Strauss quer entrar em bolsa

FILE PHOTO: The label of a Levi's denim jacket of U.S. company Levi Strauss is seen at a denim store in Frankfurt, Germany, March 20, 2016.    REUTERS/Kai Pfaffenbach/File Photo
FILE PHOTO: The label of a Levi's denim jacket of U.S. company Levi Strauss is seen at a denim store in Frankfurt, Germany, March 20, 2016. REUTERS/Kai Pfaffenbach/File Photo

A famosa marca de jeans quer regressar ao mercado de capitais. Na operação pública de venda pretende captar 100 milhões de dólares.

A conhecida marca de jeans Levi Strauss quer regressar à bolsa de valores. A empresa já terá entregado os papéis necessários para o regresso ao mercado de capitais e na operação pública de venda (OPV) pretende angariar 100 milhões de dólares (cerca de 88,5 milhões de euros no câmbio atual), de acordo com o Cinco Días.

O caminho para a bolsa de Nova Iorque está a ser feito numa altura em que as empresas que fabricam calças de ganga estão a perder quota de mercado, face ao interesse da população por outro tipo de vestuário.

Apesar deste cenário, esta não será a primeira vez da Levi Strauss em bolsa. Em 1971, a firma protagonizou a maior OPV até então, tendo angariado 50 milhões de dólares (mais de 44 milhões de euros no cambio atual). A partir daí, o comportamento da empresa deu sinais de fragilidade, com os lucros a caírem penalizados precisamente pela quebra da cotação dos títulos.

Em 1984, os descendentes do fundador – Levi Strauss – compraram uma parte da empresa 1.700 milhões de dólares tendo, oito ano depois, adquirido o remanescente.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Foto: DR

IMI baixa para mais de 24 mil famílias que pediram reavaliação

António Costa Silva, presidente do frupo Partex. 
(Nuno Pinto Fernandes / Global Imagens)

Huawei: “Portugal não tem a receber lições de moral”, diz presidente da Partex

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Levi Strauss quer entrar em bolsa