Dívida

Portugal faz oferta de troca para prolongar maturidade de Obrigações do Tesouro

Cristina Casalinho, presidente do IGCP. Fotografia: D.R.
Cristina Casalinho, presidente do IGCP. Fotografia: D.R.

Portugal realiza uma oferta de troca de Obrigações do Tesouro que permitirá prolongar para 2026 dívida em circulação com maturidade em 2021.

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) vai realizar hoje, pelas 10:00, uma oferta de troca, recomprando Obrigações do Tesouro (OT) com maturidade em abril de 2021 e oferecendo em troca títulos de dívida que atingirão a maturidade em julho de 2026.

Os títulos que o IGCP vai recomprar têm uma taxa de cupão de 3,85%, acima da taxa de 2,875% dos títulos que serão emitidos para a troca.

No programa de financiamento para 2019, o IGCP já tinha referido a intenção de explorar “oportunidades para realizar operações de troca e recompras de títulos”.

Estas operações destinam-se a alargar a maturidade da dívida portuguesa, assim como o seu reembolso, além de permitirem aproveitar as atuais baixas taxas de juro de modo a suavizar os reembolsos dos próximos anos.

De salientar que os juros das OT portuguesas têm registado mínimos no mercado secundário.

A operação de troca de obrigações de hoje é a terceira do género este ano.

Em 27 de março, Portugal prolongou a maturidade de 619 milhões de euros em OT em circulação, de abril de 2021 para fevereiro de 2030, tendo comprado títulos com taxa de cupão de 3,85% e vendido com taxa de 3,875%.

Em 31 de janeiro, Portugal prolongou a maturidade de 702 milhões de euros em OT em circulação, de junho de 2020 para outubro de 2028, tendo comprado títulos com taxa de cupão de 4,80% e vendido com taxa de 2,125%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Teste - Redação DV

Liberdade e sustentabilidade dos media, com ou sem apoio do governo?

Regime dos residentes não habituais garante isenção de IRS a quem recebe pensões do estrangeiro.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Primeiros 18 residentes não habituais prestes a perder benefício

Miguel Albuquerque, do PSD Madeira.

Projeção. PSD perde maioria absoluta na Madeira

Outros conteúdos GMG
Portugal faz oferta de troca para prolongar maturidade de Obrigações do Tesouro