Dívida

Portugal prolongou maturidade de 742 milhões em OT para 2026

Cristina Casalinho, presidente do IGCP. Fotografia: Diana Quintela / Global Imagens
Cristina Casalinho, presidente do IGCP. Fotografia: Diana Quintela / Global Imagens

No programa de financiamento para 2019, IGCP refere a intenção de explorar "oportunidades para realizar operações de troca e recompras de títulos".

Portugal prolongou hoje a maturidade de 742 milhões de euros em Obrigações do Tesouro (OT) em circulação de 2021 para 2026, foi anunciado.

Segundo a página da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) na agência Bloomberg, na oferta de troca de Obrigações do Tesouro (OT), o IGCP, que gere a dívida, comprou 742 milhões de euros de “OT 3.85 abril 2021” a 108,03%.

Nesta operação de troca OT, o IGCP vendeu 742 milhões de euros de “OT 2.875 julho 2026” a 116,55%.

No programa de financiamento para 2019, o IGCP já tinha referido a intenção de explorar “oportunidades para realizar operações de troca e recompras de títulos”.

A operação de troca de hoje foi a terceira deste ano: Portugal prolongou a maturidade de 619 milhões de euros em Obrigações do Tesouro em circulação de 2021 para 2030 em 27 de março e de 702 milhões de euros em Obrigações do Tesouro em circulação de 2020 para 2028 em 31 de janeiro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Vítor Constâncio, na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, na Assembleia da República. TIAGO PETINGA/LUSA

BCP, Berardo e calúnias. As explicações de Constâncio no inquérito à CGD

Outros conteúdos GMG
Portugal prolongou maturidade de 742 milhões em OT para 2026