PSI cai 1,82%. Só a Galp escapou às descidas

A liderar as perdas estão os CTT, que perdeu 5,25% para 2,80 euros, e a Greenvolt, que recuou 5,19% para 8,77 euros.

A bolsa de Lisboa encerrou a sessão desta quinta-feira em baixa, com o índice PSI a perder 1,82% para 5 678,63 pontos, em linha com as quebras no resto das praças europeias.

Das 15 cotadas que integram o PSI, 14 desceram e só uma ficou em terreno positivo, a Galp, que avançou 1,04% para 10,10 euros.

Os CTT lideraram as descidas (-5,25% para 2,80 euros) e a Greenvolt também registou uma queda acima de 5% (-5,19% para 8,77 euros).

Nas principais descidas ficaram ainda a EDP Renováveis (-4,92% para 23,02 euros) e a EDP (-2,70% para 4,82 euros).

O BCP caiu 2,45% para 0,14 euros, a Navigator perdeu 2,22% para 3,43 euros e a Corticeira Amorim também baixou 2,22% ficando em 9,25 euros.

Entre as cotadas com descidas mais baixas, a Mota-Engil recuou 1,37% para 1,16 euros, a Sonae SGPS caiu 0,39% para 0,90 euros e a Jerónimo Martins cedeu 0,28% para 21,72 euros.

O dia foi também negativo para as principais bolsas europeias, que se mostram pessimistas após vários bancos centrais terem subido as suas taxas de juro. Paris caiu 1,87%, Frankfurt 1,84%, Madrid 1,24%, Londres 1,08% e Milão 1,07%.

A Reserva Federal norte-americana (Fed) subiu na quarta-feira a taxa de juro de referência em 75 pontos base e hoje o Banco Nacional da Suíça também adotou um aumento de 75 pontos base, enquanto o Banco de Inglaterra e o Norges Bank da Noruega aprovaram subidas de 50 pontos base.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de