PSI20 segue em alta com apenas Jerónimo Martins no 'vermelho'

A liderar os ganhos seguiam a Ramada Investimentos e a Pharol.

A bolsa em Lisboa seguia esta quinta-feira em terreno positivo, mantendo a tendência da abertura e das principais congéneres europeias, com apenas a Jerónimo Martins a negociar no 'vermelho'.

Na quarta-feira, o índice de referência, o PSI20, encerrou a ganhar 0,81% para 4.929,60 pontos, com a Jerónimo Martins e a EDP Renováveis a destacarem-se nos ganhos.

Hoje, pelas 9:00, o PSI20 seguia em alta de 0,88% para 4.972,83 pontos, com 16 ações em alta, uma em baixa e uma inalterada.

A liderar os ganhos seguiam a Ramada Investimentos e a Pharol, com ganhos de 5,11% e 2,22% para 5,76 euros e 0,12 euros, respetivamente.

A Galp seguia em alta de 0,96% para 10,02 euros, seguida do BCP e da EDP que avançavam 0,26% e 0,23% para 0,12 euros e 4,88 euros, respetivamente.

A Jerónimo Martins seguia em terreno negativo, a recuar 0,28% para 14,31 euros.

As principais bolsas europeias abriram hoje em alta, mas muito pendentes da evolução da pandemia na Europa, onde Paris impôs um novo confinamento nacional.

No mercado de matérias-primas, o Brent, de referência na Europa, estava a subir, à espera da reunião da aliança OPEP+, que decidirá se mantém os cortes do fornecimento até julho pelo risco que as novas restrições de mobilidade comprometam a recuperação da procura mundial de petróleo.

Na quarta-feira, o secretário-geral da OPEP, Mohamed Barkindo, sublinhou que a recuperação da procura mundial de petróleo em 2021 "foi revista em baixa".

A nível cambial, o euro abriu hoje em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1731 dólares, contra 1,1750 dólares na quarta-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em junho abriu em alta no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 63,41 dólares, contra 62,74 dólares na quarta-feira e o atual máximo desde dezembro de 2018, de 69,63 dólares, em 11 de março.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de