financiamento

Tesouro quer financiar-se em mil milhões antes de reunião do BCE

Cristina Casalinho, presidente do IGCP
Cristina Casalinho, presidente do IGCP

A agência que gere a dívida pública quer emitir até 1.000 milhões em dívida a cinco e dez anos.

Portugal quer emitir entre 750 milhões e 1.000 milhões de euros em dívida a cinco e a dez anos na próxima quarta-feira, informou hoje a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP). A operação acontece numa altura em que os juros da dívida têm passado por um período de maior instabilidade devido à crise em Itália e à expectativa de que o Banco Central Europeu (BCE) anuncie em breve o fim do programa alargado de compra de ativos.

O leilão acontece na véspera da reunião da autoridade monetária, sendo que no mercado antecipa-se que Mario Draghi poderá sinalizar a retirada de estímulos. No mercado secundário, que serve como um barómetro de quanto o Tesouro terá de pagar para se financiar, os investidores exigem um juro de 0,903% para deter obrigações portuguesas a cinco anos e 2,041% no prazo a dez anos.

Caso coloque o montante máximo pretendido, a agência liderada por Cristina Casalinho aumenta para 12,1 mil milhões de euros o valor emitido em dívida de médio e longo prazo este ano, cerca de 80% do montante pretendido para o total de 2018.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Patrick Drahi lidera grupo Altice. Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Altice “culpa” demora da decisão dos reguladores para fim do negócio com TVI

Margarida Matos Rosa, presidente da Autoridade da Concorrência

Tiago Petinga/Lusa

Concorrência responde esta semana a requerimento para fim da compra da TVI

Outros conteúdos GMG
Tesouro quer financiar-se em mil milhões antes de reunião do BCE