Wall Street negoceia mista com novo recorde de mortes por covid-19 nos EUA

Ao início da tarde, o índice Dow Jones cedia 0,18% e o tecnológico Nasdaq retrocedia 0,12%.

A bolsa de Wall Street negociava esta quarta-feira mista pouco após o início da sessão, quando foi anunciado que os EUA registaram, em 24 horas, um número recorde de 4.500 mortes provocadas pelo novo coronavírus.

Pelas 15:05 (hora de Lisboa), o índice Dow Jones cedia 0,18% para 31.016,19 pontos e o tecnológico Nasdaq retrocedia 0,12% para 13.058,60 pontos.

Já o índice alargado S&P 500 fixava-se em 3.802,34 pontos, mais 0,04%.

Os Estados Unidos contabilizaram quase 4.500 mortes provocadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, ultrapassando pela primeira vez os quatro mil mortos num só dia, segundo uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

O país registou 4.470 mortes nas últimas 24 horas, além de 235 mil novos casos.

Desde o início da pandemia, os EUA acumularam 22,8 milhões de casos confirmados e mais de 380 mil mortos.

Os EUA vão comprar mais 1,25 milhões de doses de medicamentos com anticorpos monoclonais para o tratamento de doentes com covid-19, utilizados pelo Presidente Donald Trump quando esteve infetado, informou a farmacêutica Roche.

A compra é resultado de um acordo entre os departamentos de Saúde e da Defesa dos Estados Unidos, e aumentará para 1,5 milhões o número de doses disponíveis no país, o mais afetado pela pandemia em todo o mundo, segundo um comunicado da Roche.

Na terça-feira, a bolsa nova-iorquina encerrou em alta com o índice Dow Jones a avançar 0,19%.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de