Coronavírus

Wall Street segue em alta após avanços para vacina

Wall Street. Fptografia:    REUTERS
Wall Street. Fptografia: REUTERS

A bolsa de Nova Iorque negociava hoje em alta no início da sessão, com a expectativa de uma possível vacina contra a covid-19, especialmente depois de um acordo entre a biotecnológica Moderna e o Governo norte-americano.

Às 15:00 (hora de Lisboa), o índice Dow Jones subia 0,74% para 27.884,12 pontos e o tecnológico Nasdaq avançava 1,57% para 10.952,37 pontos.

O índice alargado S&P 500 ganhava 0,91% e estava em 3.363,10 pontos.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou na terça-feira um contrato no valor de 1.525 milhões de dólares (cerca de 1.300 milhões de euros) para a produção de 100 milhões de doses da vacina experimental do laboratório Moderna, o sexto contrato deste género desde maio.

Entre as 30 cotadas do Dow Jones destacavam-se os ganhos dos bancos Goldman Sachs (2,07%) e JPMorgan Chase (1,84 %), bem como da Apple (1,34%) e da Microsoft (1,3 %).

Na terça-feira, a bolsa nova-iorquina fechou em baixa, afetada pelos recuos do setor tecnológico, tendo acelerado as perdas no final de sessão, depois das declarações do líder da maioria republicana no Senado sobre as ajudas à economia.

Menos de uma hora antes do encerramento, os grandes índices da bolsa nova-iorquina passaram todos para vermelho, depois das declarações, na Fox News, do chefe da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, que se mostrou cético quanto ao regresso às negociações com os democratas sobre novas medidas orçamentais de apoio à economia.

O Dow Jones Industrial Average recuou 0,38%, o Nasdaq perdeu 1,69% e o S&P 500 caiu 0,80%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
apple one

Apple One junta vários serviços, chega a Portugal mas com limitações. O que tem

A  90ª edição da Micam, a feira de calçado de Milão, está agendada para os dias 20 a 23 de setembro, com medidas de segurança reforçadas. Fotografia DR

Calçado. Micam arranca este domingo e até há uma nova marca presente

Os ministros da Presidência do Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva (C), Economia, Pedro Sia Vieira (E) e do Trabalho Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (D). MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Portugal é o quarto país da UE onde é mais difícil descolar do mínimo

Wall Street segue em alta após avanços para vacina