Bolsa

Wall Street segue em queda penalizada pela Apple

Wall Street segue em alta

A Apple perdia 9,45% depois de ter anunciado na quarta-feira uma revisão em baixa das suas previsões de resultados para o primeiro trimestre de 2019.

A bolsa de Nova Iorque negociava esta quinta-feira em baixa no início da sessão, penalizada pela queda superior a 9% da tecnológica Apple, que anunciou uma revisão em baixa das suas previsões para o primeiro trimestre.

Às 14:50 (hora de Lisboa), o índice Dow Jones perdia 1,49% para 22.998,70 pontos e o Nasdaq recuava 1,70% para 6.552,55 pontos.

O índice alargado S&P 500 descia 0,97% para 2.485,65 pontos.

A Apple perdia 9,45% depois de ter anunciado na quarta-feira uma revisão em baixa das suas previsões de resultados para o primeiro trimestre de 2019, apontando como um dos motivos o abrandamento do crescimento na China.

Numa carta aos investidores, o líder da Apple, Tim Cook, apontou o reforço do dólar e a desaceleração “mais forte do que o previsto” da economia chinesa para justificar esta rara revisão em baixa.

Na quarta-feira, a bolsa nova-iorquina encerrou a primeira sessão de 2019 com ganhos ligeiros, depois de abrir em queda. O Dow Jones subiu 0,08% e o Nasdaq 0,46%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral Depósitos CGD Juros depósitos

Caixa perdeu 1300 milhões com créditos de grandes devedores

Ursula von der Leyen foi o nome nomeado para presidir à Comissão Europeia. (REUTERS/Francois Lenoir)

Parlamento Europeu aprova Von der Leyen na presidência da Comissão

Christine Lagarde, diretora-geral demissionária do FMI. Fotografia: EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Christine Lagarde demite-se da liderança do FMI

Outros conteúdos GMG
Wall Street segue em queda penalizada pela Apple