Brand Story

Uma cidade renascida das cinzas

template_imagem_abertura

A apenas nove quilómetros de Nápoles, dorme o protagonista de umas das maiores erupções de sempre, o Vesúvio. Nas suas redondezas, jaz Pompeia, uma cidade destruída pela fúria da erupção e preservada pelo tempo.

O dia 24 de agosto do ano 79 d.C. aqueceu muito mais do que os habitantes de Pompeia, na baía de Nápoles, queriam ou esperavam. O monte Vesúvio – a palavra “vulcão” não existia até então – acordou e soltou a sua fúria, adormecendo diversos territórios circundantes.

Descoberta no século XVI durante a escavação de um canal de água por ordem do rei Carlos III de Espanha, Pompeia tornou-se um dos lugares de maior interesse graças às centenas de corpos encontrados e preservados como estátuas de pedra. Pelo seu interesse histórico, o território é visitado anualmente por milhares de curiosos de todo o mundo que desejam ver de perto os efeitos deixados pelo desastre que vitimou 90% da população do território (cerca de 18 000 dos 20 000 habitantes morreram).

template_imagem_central

Caminhar pela Pompeia de hoje é um bilhete de ida ao passado, tais são os exemplos conservados do quotidiano da cidade que conta quase 2000 anos. Lavandarias, teatros e residências dos habitantes conservam os afrescos das paredes e os mosaicos do chão, dando uma ideia de como era a arte e arquitetura da época.

Mais conhecida por ser a cidade-mãe da pizza, e uma paragem obrigatória para quem tem como destino a Costa Amalfitana, Nápoles e as regiões circundantes oferecem uma riqueza histórica ímpar.

Inclua esta região, considerada Património Mundial da UNESCO, no seu itinerário de viagem e descubra mais sobre o que pode ver aqui.

É a marca de conteúdos produzidos por
Desenhados para inspirar e criar uma maior proximidade entre os leitores e as marcas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
REUTERS/Pedro Nunes/File Photo

Programa de arrendamento acessível arranca a 1 de julho. Tudo o que deve saber

Fotografia: Pedro Rocha/Global Imagens

Governo questiona RTP sobre não transmissão de Jogos de Minsk

DHL Express Store2

DHL Express vai investir até 600 mil euros em rede de lojas pelo país

Outros conteúdos GMG
Uma cidade renascida das cinzas