10 dicas para ser criativo e feliz, por David Parrish

Especialista esteve em Lisboa
Especialista esteve em Lisboa

O consultor internacional de empreendedores criativos e autor do livro
T-Shirts and Suits: A Guide to the Business of Creativity deixa aos
leitores do Dinheiro Vivo10 dicas para ser criativo e ter sucesso nos
negócios e na vida

David Parrish é reconhecido por combinar criatividade com pensamento
empresarial, tendo desenvolvido uma metodologia própria para a
qualificação de empreendedores culturais e criativos, uma matriz
reconhecida em todo o mundo.

Aqui ficam as 10 dicas. Siga-as e será feliz, segundo ele…

1. Defina o seu próprio termo de sucesso. Seja claro com o que quer dizer
com sucesso e escreva-o. Não siga definições de sucesso de outras
pessoas. Só se souber qual é o sucesso que deseja é que estará apto a
alcançá-lo.

2. Admita que existe dois significados diferentes para o mundo da
criatividade. Existe a criatividade artística (a-Creativity) e a
criatividade de engenho (i-Creativity). A criatividade não é um
monopólio do artista. Cada um é criativo à sua maneira no amplo sentido
da criatividade (resolvendo problemas, pensando de forma diferente,
etc…).

3. Use o cérebro direito e o cérebro esquerdo. Ou seja, a emoção, a
intuição e o sonho (lado direito do cérebro) e a lógica, a análise e o pensamento claro
(lado esquerdo). Gerar muitas ideias primeiro, usando o
cérebro direito totalmente e depois avaliá-los posteriormente,
utilizando o lado esquerdo do cérebro. Não confundir o processo usando
os dois ao mesmo tempo.

4. Saia mais! Misture-se com as pessoas que têm perspectivas e culturas
diferentes, e de diferentes setores da indústria. Desta forma, você está
mais apto a pensar criativamente de forma diferente sobre a sua própria
situação. Não fique na sua zona de conforto o tempo inteiro.

5. Celebre a diversidade. Incentive a partilha e as ligações entre
pessoas com diferentes formações, nacionalidades, profissões, etc.
Algumas das cidades mais criativas do mundo (Nova Iorque, Londres, etc.)
beneficiam de ter, também, diversas populações. Criatividade é sobre a
fertilização de ideias, a partir das quais nascem novas ideias.

6. Envolva todos na criatividade. Na empresa/organização ou na vida e
não apenas com as pessoas que se auto-identificam como “criativas”.
Todos devem ser incentivados a trazer as suas próprias ideias,
perspectivas e conhecimentos para ajudar a encontrar soluções criativas.
Dê valor a todos.

7. Numa organização empresarial, crie uma cultura de mente aberta,
tolerância e apoio mútuo num esforço para ser mais criativo para o bem
da empresa. É trabalho do líder encorajar e gerir uma cultura de
criatividade.

8. Use ferramentas e técnicas para gerar ideias e encorajar todos a
serem criativos. Sim, existem métodos para a criatividade – não se trata
apenas de indivíduos brilhantes com ideias brilhantes. Há sistemas
eficazes através dos quais qualquer pessoa pode gerar novas ideias.
Use-os.

9.Dê as boas-vindas aos desafios. A criatividade adora uma crise! A necessidade é a mãe da invenção.

10. A criatividade pode ser divertida. E torná-la divertida pode ajudar
no processo. Então, porque não? Criatividade pode envolver jogos –
jogos sérios. Mas no final, a criatividade não é para se DIVERTIR. A
criatividade é um meio para um fim. Use-a ​​de forma produtiva e
inteligente. A criatividade vai ajudar as empresas, organizações e
indivíduos a alcançarem o sucesso que merecem.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Emprego e as remunerações na indústria aumentaram 0,3% e 1,3%

PS, PSD e CDS chumbam mudanças nas regras dos regimes de turnos

Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo. Fotografia: Paulo Spranger/ Global Imagens

Candidaturas à emissão obrigacionista para o turismo atingem 420 milhões

(REUTERS/Rafael Marchante)

2019 a caminho de ser o melhor ano de sempre da Autoeuropa

Outros conteúdos GMG
10 dicas para ser criativo e feliz, por David Parrish