festivais

Talkfest: A conferência dos festivais começa quinta-feira

Na 5ª edição, o fórum que debate o negócio dos festivais e tudo o que o rodeia, muda-se do ISEG para a FIL e alia-se à Bolsa de Turismo de Lisboa.

A 5ª edição do Talkfest, a conferência anual sobre o negócio dos festivais de música, começa já esta quinta-feira, 3 de março e, este ano, estará concentrada em apenas dois dias, terminado por isso no dia seguinte, 4 de março. Além disso, saltou do ISEG onde decorreram as edições anteriores e aliou-se à Bolsa de Turismo de Lisboa, tendo agora lugar na FIL.

A associação à BTL vai, contudo, mais além. No dia 3 de março, das 17h00 às 19h00, haverá uma conferência no auditório principal da feira sobre o “impacto dos festivais de música no turismo e na cultura em Portugal”, que contará com a presença do vice-presidente da câmara de Lisboa, Duarte Cordeiro, com o director da Direção Geral de Artes, Carlos Moura-Carvalho, e com a vice-presidente do Rock in Rio, Roberta Medina.

Mas antes disso, logo às 9h30 da manhã, serão debatidas as taxas, licenças, financiamento público, os lucros e os patrocínios dos festivais, uma conferência que conta com os diretores de vários eventos, como Raúl Duro do Neopop Festival; Paulo Silva do Festival Med ou Bernardo Seco, do Jazz Madrid.

Nesse dia será ainda debatida a notoriedade das marcas presentes nos festivais com a presença de responsáveis da Heineken, da Sumol+Compal ou da Vodafone. E ainda os novos sistemas de bilhética e o uso de dinheiro nos festivais e a internacionalização da música. Haverá ainda uma série de apresentações profissionais e científicas sobre temas tão variados como a gestão de situações de emergência em eventos musicais, legislação, saúde, técnicas de som ou gestão de incidentes.

Será ainda apresentada, como já vem sendo hábito, mais uma edição do estudo “perfil do festivaleiro”. De acordo com dados preliminares adiantados à Lusa, os frequentadores de festivais gastaram entre 10 a 20 euros, frequentaram em média 2,7 festivais por ano e a maioria já foi ou tenciona ir a eventos de música no estrangeiro.

Dia 4 de março, os temas a debate incluem a segurança e as drogas nos festivais; a era dourada dos festivais (passou ou ainda não foi atingida?); o impacto dos media online nos festivais e a comparação com os meios tradicionais; e ainda a arquitectura e cenografia dos eventos. Já nas apresentações profissionais e cintíficas haverá a presença, entre outras, da Autoridade Tributária e Aduaneira e da ASAE; e ainda reuniões sobre posicionamento de marcas e soluções de video.

“Em cinco anos, o Talkfest cresceu e este ano teremos mais de oitenta oradores, num programa mais concentrado em dois dias e com coisas a acontecer ao mesmo tempo (…) Queremos que o fórum seja um ponto de encontro sobre o que está a ser feito ao nível dos festivais”, afirmou à agência Lusa um dos organizadores, Ricardo Bramão.

Ao longo dos dois dias, entre as 10h e as 19h haverá ainda uma feira de emprego e, no dia 3 à noite decorrerá a entrega dos Iberian Festival Awards onde concorrem, na categoria de melhor festival de grande dimensão, três festivais portugueses: o Festival Músicas do Mundo de Sines, o Musa Cascais e o FFM RFM. Estão ainda nomeados para o prémio de melhor concerto ibérico as actuações dos Buraka som Sistema no Sudoeste, dos Clã no Bons Sons, de Manel Cruz no Primavera Sound do Porto, de The Legendary Tigerman em Paredes De Coura e dos Xutos e Pontapés no Sol da Caparica.

Além disso, no dia 4 a partir das 15h00 serão exibidos vários documentários, a maior parte deles portugueses, como “A Scene Called Barcelos” ou “Rock in Rio – 30 Years”. E à noite, a partir das 22h30, encerra-se o Talkfest com concertos de Tó Trips, Benjamim e Pista no Musicbox, no Cais do Sodré.

Para assistir a tudo isto – o programa está aqui – é preciso comprar um ou vários bilhetes porque a entrada nas conferências é independente da entrada na entrega dos prémios e nos concertos. Para as conferências há um passe que custa 35 euros na venda até hoje e 40 a partir de quinta-feira, mas segundo a organização do Talkfest já só sobram 15, ou seja, estão mesmo a esgotar. Este passe inclui ainda uma entrada para um dia da BTL.

Para assistir aos prémios no dia 3, com jantar incluído, os preços são de 130 euros até hoje, 2 de março e de 150 euros no próprio dia. Mas se optar por assistir apenas aos prémios então os bilhetes custam 20 euros euros hoje e 25 no dia. Por fim, as entradas para os concertos de 4 de março no Musicbox custam 10 euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
7. Aeroporto de Londres Heathrow

Oficial. Portugal fora do corredor turístico do Reino Unido

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Decisão do Reino Unido é “absurda”, “errada” e “desapontante”, diz Santos Silva

O primeiro ministro, António Costa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

António Costa admite despedimentos na TAP com menos rotas e aviões

Talkfest: A conferência dos festivais começa quinta-feira