62 produtores promovem vinho português no Brasil

ng3323804

Mais de 60 produtores de vinho português apresentarão os seus vinhos no Rio de Janeiro entre esta quinta-feira e domingo num evento destinado ao grande público, que prevê atrair cerca de 4.000 pessoas.

O evento é promovido por uma parceria entre o jornal português “Público” e o diário brasileiro “O Globo” e contou com ampla divulgação, que garantiu que os mais de 20 minicursos, palestras e degustações explicadas esgotassem no segundo dia de inscrição.

“Temos notado que o carioca está a começar a gostar mais de vinho, que o vinho se está a tornar uma rotina na vida de quem vive no Rio e a ideia do evento é falar diretamente com esse público”, explicou à Lusa a organizadora o “Vinho Portugal no Rio”, Cláudia Lobo.

Leia também: The Guardian destaca Alentejo pela boa gastronomia e vinhos

O aumento da curiosidade e procura por informações sobre a bebida milenar levou o diário brasileiro as expandir as suas publicações sobre o tema, que ganhou espaços com colunas de especialistas e críticos de vinho em cadernos sobre gastronomia e na Revista de Domingo.

O evento apresentará exclusivamente produtores portugueses num cenário emblemático, o Palácio São Clemente, residência oficial do cônsul português no Rio de Janeiro, localizada no bairro nobre de Botafogo.

Entre os cursos oferecidos, estão degustações acompanhadas por críticos portugueses como Rui Falcão, Pedro Garcias e Manuel Carvalho.

A brincar com a proximidade do Mundial de Futebol, que este ano se realiza no Brasil, os organizadores prepararam ainda uma degustação composta somente por vinhos do Porto produzidos em anos nos quais o Brasil foi campeão mundial, 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002.

“O nosso objetivo é que as pessoas conheçam mais sobre o vinho português, acima de tudo, saibam saborear o vinho. Mas teremos eventos também para os profissionais, ‘sommeliers’ e donos de bares e restaurantes”, explica a organizadora pelo lado português, Simone Duarte.

O evento oferece ainda a “taça inteligente”, tecnologia portuguesa desenvolvida pela Adegga.com, que permite, por meio de um chip, o registo e posterior envio para o correio eletrónico dos participantes, do nome de todos os produtores visitados.

O Brasil possui um consumo per capita de vinho em torno de 1,9 litros, volume ainda muito inferior quando comparado aos índices registrados em países produtores como Portugal e França, por exemplo, que consomem mais de 40 litros por habitante.

Em finais de 2012, o governo brasileiro divulgou a intenção de elevar a cultura de consumo de vinho no país, com a meta de elevar esse número para pelo menos 2,6 litros per capita.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: ANTÓNIO CARRAPATO/LUSA

Maior credor de Portugal:juros baixos são temporários em países com rating fraco

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: ANTÓNIO CARRAPATO/LUSA

Maior credor de Portugal:juros baixos são temporários em países com rating fraco

(Fotografia: Carlos Manuel Martins/ Global Imagens)

Funcionários do SEF, Fisco e Segurança Social detidos em megaoperação da PJ

Outros conteúdos GMG
62 produtores promovem vinho português no Brasil