marcas

BIC lança coleção de isqueiros #Hastag e promove passatempo

Coleção #Astag, da BIC. Fotografia: D.R.
Coleção #Astag, da BIC. Fotografia: D.R.

A BIC acaba de lançar a coleção #HASHTAG, composta por oito modelos originais e coloridos

A BIC acaba de lançar a coleção #HASHTAG, composta por oito modelos originais e coloridos, que especialmente concebidos para começar a “pôr no lugar” os amigos “distraídos” que levam o seu isqueiro “sem querer” em cada encontro para café ou copo.

A nova coleção da, da líder mundial em artigos de papelaria, isqueiros e em lâminas de barbear descartáveis, dispõe de vários hashtags diferentes, tais como #temdono; #tiraamão; #éparadevolver; #nãomexe; #usaoteu; #compraum; #nãoempresto e #esteémeu. E adianta a empresa, “para não haver mais ‘enganos’, vai promover um passatempo que permite a qualquer seguidor da marca criar o seu próprio hashtag”. Desde 11 de outubro, através do link, todos podem criar as suas frases. Os mais originais e criativos hashtags habilitam-se a ser impressos num isqueiro BIC e os vencedores receberão em casa um isqueiro com o seu hashtag pessoal.

Tendo em conta que as hashtags funcionam como hiperlinks na Internet, que permitem aos utilizadores pesquisar sobre diversos temas, e o termo hashtag é um dos mais utilizados diariamente pelos jovens, em especial nas rotinas das gerações filhas da tecnologia, os Millenials e a geração Z. E como a utilização de dispositivos móveis, como smartphones, tablets e portáteis numa base diária transformou os canais de partilha de informação e os fóruns de discussão utilizados tradicionalmente. “Agora a comunicação é feita através de teclas, fotografias e vídeos, postados a qualquer momento e acompanhados de legendas e hashtags”.

As empresas mais atentas a este fenómeno têm vindo a atualizar-se, revitalizar-se, a prestar mais atenção ao domínio virtual e à interação social que decorre online. Desta forma a BIC junta-se à comunidade digital “através da criação de uma linha de isqueiros irreverente, com estampagem de hashtags engraçados que jogam não só com a linguagem atual assim como com o facto de o isqueiro ser um dos objetos mais perdidos e roubados no mundo”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Primeiro-ministro, António Costa. Fotografia: NUNO FOX/LUSA

Costa: “Depois deste ano nada poderá ficar como antes”

Mário Centeno, ministro das Finanças, com Pierre Moscovici, comissário europeu. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Governo promete a Bruxelas ser bom aluno em 2018

António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais

Mínimo de existência acaba com IRS para 54 mil recibos verdes

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
BIC lança coleção de isqueiros #Hastag e promove passatempo