Afinal, o Whatsapp vai mesmo ser pago por todos

ng3096627

O pagamento da aplicação Whatsapp tem gerado grande debate na última semana. Enquanto os utilizadores da Apple pagam euro0,89 para poder aceder ao serviço de mensagens, quem tem o sistema operativo da Android e restantes pensava que o poderia ter de borla.

Primeiro, surgiu a notícia de que a gratuitidade da aplicação era de apenas um ano, período após o qual se teria de pagar por uma licença anual. Depois, veio o desmentido que afirmava que nunca tinha sido cobrado qualquer valor a vários utilizadores que já tinham o Whatsapp instalado há mais de um ano e que a empresa estava à procura de uma alternativa ao pagamento. Agora, responsáveis pelo Whatsapp confirmam ADSLZone que o pagamento será mesmo obrigatório.

Se instalou o Whatsapp há mais de um ano, irá receber uma notificação a exigir pagamento em breve

Os utilizadores que se aperceberam de que poderiam continuar a usar a aplicação sem pagar viram as suas licenças renovadas, mas apenas por tempo limitado. De acordo com o Expansión, trata-se de um atraso nos pagamentos que o Whatsapp está a comunicar aos utilizadores através de uma mensagem.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A Poveira, conserveira. Fotografia: Rui Oliveira / Global Imagens

Procura de bens essenciais dispara e fábricas reforçam produção ao limite

Fotografia: Regis Duvignau/Reuters

Quase 32 mil empresas recorrem ao lay-off. 552 mil trabalhadores em casa

coronavírus em Portugal (covid-19) corona vírus

266 mortos e 10 524 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Afinal, o Whatsapp vai mesmo ser pago por todos