Ana Free e Mia Rose. YouTube tornou-as famosas

ng3092752

Em comum têm uma rede social. Ana Free e Mia Rose viram a sua carreira musical explodir com o YouTube.

A rede social garantiu-lhes a participação em festivais, séries web, ser júri em concursos de talentos e até presença em campanhas de publicidade de marcas.

Do seu quarto em Londres, Ana Free começou a gravar vídeos onde tocava e cantava covers que colocava no YouTube. In My Place garantiu-lhe um lugar especial junto dos fãs, direito a participação em festivais e o convite da Zon para fazer parte de uma campanha.

Ver aqui

In My Place fez parte da banda sonora das novelas Morangos com Açúcar e Podia Acabar o Mundo (TVI). Deu ainda voz à versão portuguesa de Voa Até Ao Teu Coração, do filme Sininho da Disney.Este ano lançou o seu primeiro álbum, TO.GET.HER, gravado no primeiro semestre de 2012 entre Buenos Aires, Londres e Lisboa. O disco teve produção de Rodrigo Crespo, que já colaborou com Shakira, artista para quem Ana Free já abriu espectáculos, bem como para James Morrison.

Tudo começou no YouTube. “Comecei a postar vídeos no YouTube quando a plataforma estava na sua infância, mesmo antes da explosão de media digital, vídeos”, lembra Ana Free, em entrevista ao MyGuide, do IOL. “Foi a plataforma que me ajudou a dar os primeiros passos no mundo da música e que ainda apoia muito a carreira que tenho hoje”, continua. “Para mim as redes sociais são essenciais. Para aquilo que faço e quero fazer é mesmo importante ter uma presença forte online. Recomendo a qualquer artista que queira construir uma base de fãs a usá-las”, diz.

Conheça aqui Electrical Storm do novo álbum de Ana Free

Mia Rose também conhece o poder das redes sociais na construção de fãs. Criou em dezembro de 2006 o seu canal no YouTube onde colocava vídeos onde surgia a cantar e a tocar a sua guitarra. Obteve milhões de visualizações com temas como Just Us ou Let Go. Hoje tem cerca de 250 mil seguidores no canal.

“O YouTube é das plataformas mais úteis e predominantes hoje em dia. Penso que, enquanto artistas, é o nosso dever dar a música aos fãs (até acho que a música devia ser gratuita)”, diz Mia Rose, em entrevista à Forum Estudante. “É claro que isso depois levanta uma problemática de venda de álbuns, mas hoje em dia há muitas alternativas que possibilitam aos cantores contornar esta situação, como apostar mais nos espectáculos ao vivo, na publicidade e no merchandising”, frisa.

Mia Rose tem potenciado o seu estatuto de ‘YouTube star’. Foi convidada para ser júri no concurso de talentos da RTP, A Voz de Portugal, deu a cara pela Salsa. Este ano é uma das protagonistas da web série norte americana Exit Vine, uma produção da Red Bull Media House, com alguns dos artistas com o maior número de seguidores no YouTube. Mia Rose gravou vários temas para esta série, entre a mais Keep Real, do álbum Encore, tendo realizado vários concertos em parceria com a Red Bull e Playlist live.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

Motoristas de matérias perigosas em greve concentrados na Companhia Logística de Combustiveis - CLC.
Fotografia: Paulo Spranger / Global Imagens

Combustíveis. Sindicato conseguiu mais 200 sócios com greve

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Ana Free e Mia Rose. YouTube tornou-as famosas