As 10 profissões mais promissoras em 2030

Profissão do futuro: Guia no Árctico
Profissão do futuro: Guia no Árctico

A Inspired Minds é uma iniciativa da Canadian Scholarship Trust Plan, uma fundação sem fins lucrativos, fundada em 1960 no Canadá e que ajuda a orientar profissionais para o futuro, mostrando uma nova perspetiva de carreira.

O estudo “Empregos 2030” realizado por aquela instituição examinou as mudanças tecnológicas, sociais, económicas e ambientais que decorrem atualmente e identificou as 34 profissões mais promissoras para 2030. O Dinheiro Vivo selecionou as 10 mais curiosas:

1. O Nostálgico

Um nostálgico é um designer de interiores especializado em recriar memórias do passado para reformados. Os pensionistas de 2030 poderão, assim, ter oportunidade de morar num espaço inspirado na década de 70, por exemplo.

Competências:

Este profissional deve combinar competências terapêuticas, de design de interiores e de investigação histórica.

2. Tele-cirurgião

Um tele-cirurgião opera os pacientes com auxílio de ferramentas robóticas, substituindo as mãos humanas. Este profissional vai conseguir tratar pessoas à distância e vai revolucionar a área da saúde.

Competências:

Um tele-cirurgião tem de ter formação médica e de cirurgia tradicional. Tem ainda de estar confortável com a tecnologia robótica e de conhecer diferentes tipos de sistemas de vídeo.

3. Conselheiro de robôs

Em 2030, os robôs vão desempenhar um papel mais importante na prestação de cuidados e serviços do que atualmente. Alguns deles vão replicar algumas tarefas de seres humanos, como conduzir ou cozinhar, por exemplo. Um conselheiro de robôs será um profissional importante para escolher qual o melhor robô que se adequa às necessidades de uma família.

Competências:

Este técnico tem de ter competências sociais, de comunicação, de aconselhamento e de vendas.

4. Piscicultura de Aquaponia

Em 2030, a população de peixes em ambiente selvagem vai estar quase extinta. Assim, a aquaponia – uma combinação de piscicultura com jardinagem, onde as plantas cobrem a superfície da água, enquanto os peixes vivem debaixo delas – vai ser fundamental na área da alimentação. Um Piscicultor de Aquaponia será necessário em quase todo o lado.

Competências:

Um piscicultor de Aquaponia tem de ser organizado e talentosos e aliar a agricultura com a pecuária para ser capaz de cuidar de animais e plantas.

Leia também: É só fazer as contas. As 10 melhores profissões em 2014

5. Analista de Transportes Automáticos

A cidade é o local preferido das pessoas para viverem, o que torna os transportes públicos indispensáveis. Em 2030, as pessoas vão deslocar-se em transportes automáticos, ou seja, que não são conduzidos por nenhum ser humano. Um analista de transportes automáticos será o responsável por desenvolver estratégias de forma a melhorar o serviço, certificar-se que o sistema está a funcionar corretamente e de forma eficiente.

Competências:

Um analista de transportes automáticos tem de ter capacidade para resolver problemas e ser especialista em logística.

6. Instalador de Biofilmes

Em 2030, a tecnologia vai permitir que as pessoas processem o lixo em casa, através de biofilmes – substâncias formadas quando várias células vivas se unem para criar uma superfície viva. Um instalador de biofilmes vai ter um papel fundamental na construção de novos edifícios e na adaptação das habitações mais antigas.

Competências:

Tem de ser um trabalhador independente, capaz de arranjar soluções adaptadas às necessidades de cada cliente, agindo sobre o trabalho realizado por bioquímicos e microbiologistas.

7. Engenheiro de Energias Renováveis

Cada vez mais existe a preocupação em utilizar energias renováveis, amigas do ambiente. Em 2030, os engenheiros de energias renováveis vão ser muito procurados de forma a manter instalações em funcionamento por longos períodos de tempo e em locais remotos.

Competências:

Um engenheiro de energias renováveis tem de combinar as capacidades de eletricista, engenheiro, técnico agrário. Deve ainda ser capaz de trabalhar ao ar livre e ter autonomia.

8. Agricultor Urbano

Atualmente, as pessoas estão a tentar trazer a agricultura para a cidade. No entanto, estes espaços estão lotados e sem capacidade para explorações agrícolas tradicionais. A construção de projetos de agricultura em edifícios de grande altura é algo promissor. Esta solução terá um grande impacto na alimentação das comunidades locais. Um agricultor urbano terá de equilibrar as necessidades de diferentes culturas num único espaço.

Competências:

Um agricultor urbano terá de ter conhecimento de energia solar, sistemas de rega e jardinagem.

9. Especialista em Simplicidade

Em 2030, os especialistas em simplicidade vão analisar a forma como as empresas podem simplificar e racionalizar as suas operações. Estes profissionais têm de saber como as pessoas trabalham para descobrir novos e criativos métodos de trabalho e vão responder às principais questões das empresas. Como, por exemplo, determinadas tarefas podem ser redistribuídas para menos pessoas.

Competências:

Uma boa base para este trabalho seria uma licenciatura em ciências sociais ou gestão, dado que este especialista tem de avaliar as melhores condições para obter sucesso.

10. Guia de Aventuras no Ártico

O negócio de explorações no Ártico está em crescimento. Um guia de aventuras no Ártico terá de proporcionar uma experiência ao ar livre emocionante em locais remotos, garantindo, ao mesmo tempo, a segurança dos turistas.

Competências:

Conhecimentos em primeiros socorros e em diversas áreas relacionadas com o ar livre são importantes para este trabalho.

Veja aqui a lista completa das 34 profissões do futuro

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Carlos Costa, governador do Banco de Portugal.
(Ângelo Lucasl / Global Imagens )

Costa pede mais reformas a Costa

Illu - Site-02

Viagens ao espaço deixam turismo com a cabeça na Lua

Illu - Site-02

Viagens ao espaço deixam turismo com a cabeça na Lua

Outros conteúdos GMG
As 10 profissões mais promissoras em 2030