As 50 Sombras de Grey com receitas de um milhão de euros no primeiro fim de semana

A carregar player...
As 50 Sombras de Grey com receitas de um milhão de euros no primeiro fim de semana

As 50 Sombras de Grey revelou-se uma verdadeira máquina de fazer dinheiro. No primeiro fim-de-semana de exibição do filme já foi visto por mais de 100 mil espectadores, gerando cerca de 900 mil euros de receita.

O filme liderou as bilheteiras em 54 dos 57 países onde foi lançado e Portugal não foi exceção. Foi visto por 160 mil pessoas, tendo gerado uma receita de 873 mil euros, informa a NOS, que distribui o filme em Portugal. A empresa é ainda a líder em termos de número de salas no mercado português.

Já antes da estreia – que ocorreu no passado dia 12 – o filme, baseado na trilogia de EL James estava a revelar-se um sucesso, com as pré-vendas a atingirem o valor recorde de 57 mil unidades, com o filme a esgotar em muitas das salas no Dia dos Namorados.

Em Portugal, apenas dois filmes tinham sido objeto de vendas antecipadas pela NOS Audiovisuais, o filme dos One Direction e o de Justin Bieber, mas os resultados ficaram longe de As 50 Sombras de Grey.

“Para os One Direction [com o filme One Direction] as vendas antecipadas representaram cerca de 8 mil bilhetes, e neste caso, estávamos perante um verdadeiro fenómeno e frenesim à volta da banda”, contou ao Dinheiro Vivo, Isabel Lima, diretora de marketing da NOS Audiovisuais. “No caso de Justin Bieber [com Justin Bieber’s Believe], venderam-se 3.200 nas duas semanas de pré-vendas”.

O filme, com realização de Sam Taylor-Johnson, adapta para o cinema a trilogia criada por E.L James, promete repetir o sucesso da obra já foi traduzida para 51 línguas e que vendeu mais de 100 milhões de cópias em formato digital e papel. Só em Portugal foram mais de 400 mil exemplares.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fundadores da Uniplaces na inauguração da nova sede, em 2016. Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Forbes: Fundadores da Uniplaces nos melhores sub-30 da Europa

Fernando Ulrich, presidente do BPI

Aumentos de capital na banca: A “destruição colossal” de 35 mil milhões de euros

Ricardo Salgado à saída do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) em Lisboa onde foi interrogado e constituido arguido no âmbito da Operação Marquês, Lisboa, 18 de janeiro de 2018. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Ricardo Salgado impedido de se ausentar para estrangeiro e de contactar arguidos

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
As 50 Sombras de Grey com receitas de um milhão de euros no primeiro fim de semana