Secret Room

Avillez e Sá Pessoa entram num quarto do Ritz…

Henrique Sá Pessoa [©Nuno Correia (fotografia cedida pela Sangue na Guelra)] e José Avillez (Orlando Almeida / Global Imagens)
Henrique Sá Pessoa [©Nuno Correia (fotografia cedida pela Sangue na Guelra)] e José Avillez (Orlando Almeida / Global Imagens)

O código: 1023. Um quarto secreto no décimo piso do hotel. E os chefs dos dois únicos restaurantes com duas estrelas Michelin. A combinação promete...

Podia ser o início de uma história bem contada. Será certamente uma noite para recordar. Os chefs dos dois únicos restaurantes que acumulam duas estrelas Michelin em Lisboa juntam-se pela primeira vez para partilhar o Ritz’s Secret Room.

“Os jantares mais secretos da cidade estão de regresso. O terceiro capítulo da série de jantares mais confidenciais da cidade está agendado para o dia 3 de outubro”, revela a Sangue na Guelra, criadora do conceito e produtora do momento que vai juntar os dois grandes embaixadores da cozinha contemporânea portuguesa. Henrique Sá Pessoa, chef do Alma, e José Avillez que lidera o Belcanto, juntam-se no Ritz Four Seasons Hotel Lisboa para se estrearem a cozinhar um menu construído em conjunto, para uma restrita mesa de apenas 20 pessoas.

sangue na guelra

Nestes eventos envolvidos em mistério, que arrancaram no ano passado com os jantares assinados por Eneko Atxa (Azurmendi, três estrelas Michelin, Espanha) e Alex Atala (D.O.M, duas estrelas Michelin, Brasil), nenhum pormenor é deixado ao acaso. A equipa residente do hotel Ritz, parceiro destes jantares, liderada pelo chef Pascal Meynard, “volta a improvisar com mestria uma linha de montagem que pode acontecer nos mais inusitados recantos do hotel, enquanto Diogo Lopes, sous chef de pastelaria, é o responsável pelo remate final da refeição”, que é também uma homenagem ao legado de 60 anos do Ritz Lisboa, explicam os organizadores e também criadores do Lisbon Food Festival, entre ouros movimentos inovadores.

“Numa noite em que o luxo anda de mãos dadas com o mistério, os uniformes brancos de época saem do cofre para a suíte presidencial, os pratos são desenhados em exclusivo pelo atelier de cerâmica Studio Neves e a componente artística é assegurada pela performer Alice Joana Gonçalves. Na mesa, brilham as criações de José Avillez e Henrique Sá Pessoa, numa noite irrepetível.” Para garantir lugar à mesa do Ritz Secret Room, é preciso inscrever-se no site de reservas da Sangue na Guelra. O jantar tem um preço de 350 euros por pessoa.

Movimento para a nova cozinha portuguesa que arrancou em 2013, como um Festival Internacional de Gastronomia, a Sangue na Guelra dá palco a jovens cozinheiros emergentes dos melhores restaurantes do país e do mundo, estabelecendo como “grande objetivo inspirar, apoiar a interdisciplinaridade na gastronomia e o seu enriquecimento conceptual e promover a identidade da cultura gastronómica nacional”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Foto: REUTERS/Rafael Marchante

Portugal entre os países europeus que ficaram mais desiguais

Foto: REUTERS/Rafael Marchante

Portugal entre os países europeus que ficaram mais desiguais

Angel Gurria, secretário-geral da OCDE. Fotografia: EPA/Mario Guzmán

OCDE mais pessimista. Sinais vermelhos para a economia

Outros conteúdos GMG
Avillez e Sá Pessoa entram num quarto do Ritz…