brinquedos

Barbie vai ter novo corpo. Sabe porquê?

barbie_silhueta

Barbie vai deixar de ser excessivamente magra, para ter um corpo mais real como Kim Kardashian West ou Beyoncé. A altura também vai mudar.

Mudança dos ícones da beleza americana e a queda das vendas da Barbie levaram a Mattel a mexer na sua mais famosa boneca. O anuncio é feito hoje ao mundo, tendo espaço num extenso artigo da revista “Time”.

Em Portugal, as novas bonecas estão disponíveis no final de março, mas até lá podem ser vistas em Barbie.com e estarão disponíveis para encomendar a 28 de janeiro em mattelshop.com nos EUA e via Amazon internacionalmente.

A nova linha de bonecas Barbie Fashionistas 2016 inclui quatro tipos de corpos (o original e três novos), 7 tons de pele, 22 cores de olhos, 24 estilos de penteados e inúmeras roupas modernas e acessórios.

Recentemente, em Portugal a Mattel lançou uma versão especial dedicada à Guarda Nacional republicana (GNR).

Assumido como um enorme risco, a Mattel lançou a sua boneca mais famosa com um corpo mais cheio e com curvas e ainda as versões baixa e alta, 56 anos depois da sua criação.

Lookbook_ASpot_FOR_PR_LegalLine_a

A empresa espera que as novas bonecas, com os seus diferentes tipos de corpo, juntamente com os novos tons de pele e texturas de cabelo introduzidas no ano passado, possam refletir mais atentamente a realidade dos seus jovens proprietários pelo mundo fora.

Em comunicado, a Mattel Portugal, que cita a sua vice-presidente senior e diretora geral da Barbie, Evelyn Mazzocco, diz que “ao longo de 57 anos a Barbie tem sido um reflexo dos tempos, razão pela qual se manteve como a boneca de moda número um e como o ícone global que é hoje”, pelo que “estamos muito felizes por oferecer estas novas bonecas. A variedade de tipos de corpos, tons de pele e estilos permitirá às meninas encontrar uma boneca que fale com elas”.

Esta boneca totaliza vendas anuais de mais de mil milhões de dólares em mais de 150 países, sendo que 92% das meninas americanas entre os 3 e 12 anos têm uma Barbie, graças ao preço de 10 dólares.

Rival chamada Lego Friends

Mas por detrás desta decisão, estão também razões financeiras fortes. As vendas da Barbie caíram cerca de 20% entre 2012 e 2014, continuando em perda em 2015. Para tal, muito contou a concorrência que ganhou terreno.

É o caso da Lego, com a linha Lego Friends, que ensina as meninas a construir, elevando esta empresa ao primeiro lugar das vendas, destronando a Mattel, em 2014.

Associado a isto está a Hasbro, que ganhou o negócio Disney Princess, permitindo-lhe lançar a boneca Elsa, do filme “Frozen”, que destronou a Barbie como o brinquedo de menina mais popular. A “Time” fala em perdas de receitas na ordem dos 500 milhões de dólares.

Por isso, ficar parado não era opção. Aproveitando a mudança dos modelos de beleza americana, protagonizadas por Kim Kardashian West, Beyoncé ou Christina Hendricks, a Mattel teve de agir, apesar de antever polémica. Para isso, até criou linha de atendimento ao cliente.

Criada em 1959 por Ruth Handler, que se inspirou na boneca alemã chamada Lilli, uma espécie de prostituta oferecida nas despedidas de solteiros, Barbie tornou-se, com o tempo, um símbolo de uma certa beleza americana durante gerações.

Segundo recorda a “Time”, o biógrafo da Barbie, M.G. Lord, a boneca foi desenhada para “ensinar as mulheres – para o melhor e pior – o que era esperado delas na sociedade”. E a sua existência sem sempre foi pacífica com várias polémicas, entre a estrutura demasiado magra, que a publicação recorda no seu extenso artigo. Ver também aqui.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Biedronka assegura 68% das vendas; Pingo Doce 24%

Jerónimo Martins vai impugnar coima de 24 milhões na Polónia

Parque Eólico

EDP Renováveis vende sete parques eólicos à Finerge em Espanha

Luís Máximo dos Santos é presidente do Fundo de Resolução.

Fundo de Resolução diz que comprador da GNB tinha a proposta “mais atrativa”

Barbie vai ter novo corpo. Sabe porquê?