Bareme Imprensa

Bareme Imprensa: Dinheiro Vivo mantém liderança nos económicos

DV papel

Os dados da 1ª vaga do Bareme Imprensa, estudo de audiências da Marktest, acabam de ser conhecidos. DV continua a ter a preferência dos leitores.

O mais lido entre os títulos económicos, quer em papel quer em formato digital. Os dados do Bareme Imprensa da Marktest acabam de confirmar a liderança do Dinheiro Vivo entre os títulos económicos, independentemente do formato em que chega aos leitores.

Os dados da 1ª vaga de 2019 do Bareme Imprensa, estudo de audiências da Marktest, revelam que o suplemento de economia que chega às bancas ao sábado com o DN e o JN mantém cerca de 295 mil leitores semanais, uma audiência que ultrapassa em mais de 90 mil o caderno de economia do Expresso e que é perto do dobro das do Negócios e do Jornal Económico.

Recorde-se que, pelo terceiro mês consecutivo, o site do Dinheiro Vivo é líder no segmento de informação económica também no digital, segundo os dados auditados do ranking netAudience, da Marktest. A marca do Global Media Group (GMG) – dono de títulos como o Diário de Notícias e Jornal de Notícias, entre outros – alcançou uma audiência multiplataforma de 1,25 milhões de utilizadores únicos em Portugal.

Leia mais aqui sobre os números no digital

Quanto aos restantes títulos do grupo, o JN mantém uma audiência média de perto dos 820 mil e o DN, que há um ano passou a sair apenas uma vez por semana, de 250 mil leitores. Destaque para O Jogo, que ganha 40 mil leitores relativamente aos números divulgados há um ano (9 mil a mais, quando comparados com os números mais recentes, do final de 2018), crescendo mais do que os concorrentes face ao período homólogo e atingindo uma audiência média de 516 mil.

Merecem ainda referência as revistas mensais Men’s Health (grande aumento de 55 mil leitores, o correspondente a 71%), Volta ao Mundo (maior ganho na ordem dos 29 mil leitores, 36%) face à vaga homóloga e Women’s Health (apenas com resultados no fim do ano e a registar um ganho de 71% para 34 mil leitores).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Défice externo até julho agrava-se para 1633 milhões de euros

Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Défice externo até julho agrava-se para 1633 milhões de euros

EDP. (REUTERS/Eloy Alonso)

Concorrência condena EDP Produção a multa de 48 milhões

Outros conteúdos GMG
Bareme Imprensa: Dinheiro Vivo mantém liderança nos económicos