Big Ben

Big Ben deixa de dar horas durante seis meses

big

Durante seis meses o habitual 'dong' do Big Ben não vai fazer-se ouvir. O famoso relógio, fechou para obras urgentes de reparação.

O Big Ben, o famoso relógio de Londres, fechou na sexta-feira para trabalhos de reparação que deverão durar três anos e custarão, pelo menos, 29 milhões de libras, quase 35 milhões de euros.

Os trabalhos vão começar em 2007, com o objetivo de evitar que o relógio mais famoso do mundo pare de funcionar de repente devido a problemas estruturais, incluindo infiltrações e grandes rachas.

Big Ben é o nome pelo qual é conhecido o Grande Sino do relógio situado na torre do Palácio de Westminster – sede do Parlamento britânico -, cujo nome oficial é Elizabeth Tower. Big Ben passou a ser popularmente usado para designar quer o relógio, quer a própria torre.

Com as reparações, o sino deve ficar em silêncio por pelo menos seis meses, mas a torre só deverá ser reaberta em 2020. Nos seus 157 anos de vida, o Big Ben, uma das maiores atrações turísticas de Londres, só deixou de dar horas em raríssimas ocasiões – uma delas em 1976, quando ficou nove meses sem funcionar devido a graves danos no mecanismo do relógio.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação do Orçamento do Estado para 2019. 16 de outubro de 2018. REUTERS/Rafael Marchante

Bruxelas envia carta a Centeno a pedir o triplo do esforço orçamental

lisboa-pixabay-335208_960_720-754456de1d29a84aecbd094317d7633af4e579d5

Estrangeiros compraram mais de mil imóveis por mais de meio milhão de euros

João Galamba (secretário de estado da energia) , João Pedro Matos Fernandes (Ministro para transição energética) e António Mexia  (EDP) durante a cerimonia de assinatura de financiamento por parte do Banco Europeu de Investimento (BEI) da Windfloat Atlantic. Um projecto de aproveitamento do movimento eólico no mar ao largo de Viana do Castelo.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Mexia diz que EDP volta a pagar a CESE se governo “cumprir a sua palavra”

Outros conteúdos GMG
Big Ben deixa de dar horas durante seis meses