Cannes Lions. Leo Burnett chega a finalista em Branded Content

ng3094405

A Exposição que nãoDevia Existir garantiu à Leo Burnett um lugar nos finalistas em Branded Content, no Cannes Lions.

É a primeira vez que Portugal chega a finalista na categoria, lançada no festival de publicidade desde 2012. Na categoria havia seis inscrições nacionais, de um total de 968.

A campanha criada para a ONG Control Arms já tinha chegado a finalista em Relações Públicas, mas acabou por não subir a Leão.

Saiba mais sobre a campanha aqui

Em Titanium as agências nacionais não foram finalistas. Havia apenas duas incrições nesta categoria. De um total de 437, apenas 30 chegaram a shortlist.

Com os resultados hoje conhecidos, Portugal mantém-se na corrida aos Leões em duas categorias: Branded Content e Filme.

Nesta última está Uma Pequena Demonstração, d’O Escritório. A campanha para o Windows 8 foi, até ao momento, o único Leão conquistado por uma agência nacional no festival.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Centeno e Pierre Moscovici. Fotografia: EPA/TIAGO PETINGA

Bruxelas. Orçamento é arriscado e pode acabar em “desvio significativo”

Primeira-ministra britânica, Theresa May, e Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia. Fotografia:  REUTERS/Hannah McKay

Theresa May vai a Bruxelas no meio de uma encruzilhada

Angel Gurría, secretário-geral da OCDE. Fotografia: Steven Governo/Lusa

OCDE. Défice português “desaparece” em 2020, mas é preciso mais

Outros conteúdos GMG
Cannes Lions. Leo Burnett chega a finalista em Branded Content