Casamentos cancelados para vender

Gerir conflitos
Gerir conflitos

Nos Estados Unidos, todos os anos há cerca de 250 mil casais a desistir do casamento em cima da hora. O que significar um enorme prejuízo deu asas ao negócio de uma startup que ajuda a intermediar a compra e venda de casamentos.

A ideia é simples: quem cancelar o seu casamento em cima da hora, pode tentar vendê-lo no site da Bridal Brokerage. Por outro lado, quem estiver interessado em casar-se rapidamente pode comprar aquele que estava para ser o casamento de outro casal.

Lauren Byrne, fundadora da empresa, afirma que desta forma se podem tentar poupar os cerca de 26,9 mil dólares (cerca de 20,1 mil euros) em média gastos nos preparativos da cerimónia matrimonial.

“Não vendemos vestidos nem alianças, vendemos o dia da festa”, afirmou Lauren Byrne em entrevista à Fox Business. O comprador pode pesquisar casamentos com os requisitos que procura, nomeadamente fotógrafo, contratação de bandas, DJ’s, entre outros.

Veja aqui a entrevista.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Patrick Drahi, fundador da Altice

Altice. Dona da PT confirma conversações para compra da TVI

Tesouro italiano coloca milhões a taxas de juros mínimas

Governo italiano aprova resgate de dois bancos à beira da falência

António Serrano, nos estúdios da TSF. Professor catedrático e político português, foi Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas do XVIII Governo Constitucional de Portugal.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

António Serrano: “É preciso um choque de gestão no território florestal”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Casamentos cancelados para vender