Casar no McDonald’s já é possível a partir dos 274 euros. Mas é preciso ir a Hong Kong

Serviço único em Hong Kong
Serviço único em Hong Kong

Começou em 2011 como uma experiência, mas a procura foi tão grande que a McDonald's Hong Kong, China, decidiu alargar o serviço de casamentos a 15 restaurantes.

A explicação da porta-voz da marca, Jessica Lee: “Muitos clientes disseram-nos que o McDonald’s foi o local onde saíram pela
primeira vez com o seu apaixonado ou onde a sua história de amor
cresceu.”

“Para fechar este ciclo romântico”, refere Jessica Lee, a McDonald’s apostou nas festas de casamento, além das tradicionais festas de aniversário. E os preços podem ir dos 373 dólares (274 euros) aos 1.290 dólares (948 euros).

Leia também: 79,95 euros. O vestido de noiva low cost está a chegar à H&M

A versão mais cara da festa dá direito à reserva do espaço por duas horas, a lembranças para 50 convidados, 50 convites, balões, ramo de flores da noiva, uma tarte de maçã e várias outras decorações.

Leia também:Quer casar com um vestido destes?

Questionada sobre se o serviço pode expandir-se a outros restaurantes fora de Hong Kong, Jessica Lee responde: “Isto é algo único na McDonald’s Hong Kong no momento.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Remessas de emigrantes voltam a disparar. Crescem 12,5% até julho

Remessas de emigrantes voltam a disparar. Crescem 12,5% até julho

O secretário Geral do Partido Socialista, António Costa (C) acompanhado pelo cabeça de lista do PS às eleições Europeias, Pedro Marques (E) e pelo Socialista Mário Centeno (D) num jantar comício em Setúbal no âmbito da campanha para as Eleições Europeias 2019. 22 de maio de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Centeno aponta margem de 200 milhões para aumentos na Função Pública

O ministro das Finanças, Mário Centeno, discursa na  Convenção Nacional do PS a decorrer no Pavilhão Carlos Lopes, Lisboa, 20 de julho de 2019.  O Partido Socialista apresenta as suas propostas para as eleições legislativas de outubro, como conclusão das sessões organizadas sob o lema "Porque #TodosDecidem". MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Centeno. “No programa do BE passamos do fazer acontecer para fazer desaparecer”

Outros conteúdos GMG
Casar no McDonald’s já é possível a partir dos 274 euros. Mas é preciso ir a Hong Kong