Cascais cria Bairro dos Museus

Casa das Histórias de Paula Rego é um dos museus do novo Bairro de Cascais
Casa das Histórias de Paula Rego é um dos museus do novo Bairro de Cascais

Cascais vai ter, a partir de março, um Bairro dos Museus. A ideia, importada de outras cidades europeias, vai juntar na mesma área 12 espaços culturais e dois parques urbanos com programação integrada.

É já em março que o Bairro dos Museus de Cascais ganha forma entre o Parque Marechal Carmona e o centro histórico da Vila.

Entre os principais equipamentos encontra-se a Casa das Historias de Paula Rego, o Museu Condes de Guimarães no interior do palácio romântico do mesmo nome, o Museu do Mar Rei D. Carlos ou o Forte de S. Jorge de Oitavos, criado para defender a entrada do Tejo no século XVII. Ainda que mais distantes, também estão incluídos neste Bairro Cultural, o Museu da Música Portuguesa, Museu dos Exílios do Estoril e a Casa Reinaldo dos Santos, na Parede.

A integração dos vários museus numa programação conjunta fará com que possam ser visitados com apenas um bilhete que vai custar 1,5 euros para residentes no Concelho e desempregados, três euros para Turistas e mantém-se gratuito para crianças até aos 12 e adultos com mais de 65. Até aqui as entradas eram gratuitas.

A autarquia de Cascais acredita ainda que esta área para que possa acolher eventos culturais como exposições, concertos e espetáculos de rua de forma a dinamizar o Turismo da região.

Está ainda a ser trabalhada a criação de parcerias com unidades hoteleiras, restaurantes e até os comboios da CP, para que estes possam incluir nas suas tabelas de preços (e no valor pago pelo cliente) a entrada para o Bairro dos Museus de Cascais.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: direitos reservados

RGPD. Um ano depois, mercado português pede maturidade e legislação

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Outros conteúdos GMG
Cascais cria Bairro dos Museus