Clube de Criativos deu-lhe uma mona e foi para a Mona

ng3102813

De dois em dois meses, os sócios do CCP poderão expor nas paredes da Mona e vender os seus trabalhos de autor

Há uma loja em Lisboa que vende ideias. E o Clube de Criativos (CCP) é uma organização de pessoas que fazem de vender ideias a sua vida.

A ligação entre o Clube de Criativos e Mona era óbvia, ou não fossem os seus promotores, Nuno Cardoso e Patrícia Nunes Pedro, pessoas ligadas ao mundo da publicidade nacional. Nuno Cardoso é um dos fundadores da agência de publicidade Nossa.

Leia mais aqui: A loja dos piaçabas que subiram na vida

A expressão dessa colaboração entre loja e clube vai ser visível no próximo dia 31 de janeiro, com o arranque da exposição Defacing Winners.

“A
iniciativa da Mona parte de um desafio do Nuno Cardoso que teve o mérito de
arriscar com um novo formato de loja – uma loja de ideias”, diz Pedro Pires, presidente do Clube de Criativos, em declarações ao Dinheiro Vivo. “A
Mona cede parte do espaço disponível nas suas paredes para exposições e o CCP
lança desafios sos sócios apresentando aquele espaço como disponível para eles
exporem trabalhos seus. Este é um espaço dos sócios e quem não for tem que se
fazer membro do Clube para poder expor”, continua. Os trabalhos estão ainda há venda no espaço.

“É uma iniciativa que se insere na nossa missão de dar visibilidade e criar
oportunidades de promoção dos criativos e da criatividade”, diz ainda Pedro Pires.

Defacing Winners – seis posters e três Durantrans em caixa de luz inspirados em filmes premiados na última edição do festival de criatividade do CCP -, um trabalho resultante da curadoria do Craft/Print do Alva Design Studio, marca o início da colaboração.

Nas paredes da Mona vão estar expostas obras dos criativos Diogo Potes, Ricardo
Matos, Bráulio (Alva Design Studio), Wasted Rita, Pedro Campiche, aka
Corleone e Sérgio Pedro.

“Este
ano, na Mona vamos tentar inaugurar uma de dois em dois meses foi esse o acordo que
realizámos e depois durante o Festival teremos como no ano passado áreas que
vamos focar – fotografia, ilustração, design, arte, etc”, adianta Pedro Pires.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
António Costa visita casas em construção. Fotografia: RODRIGO ANTUNES/LUSA

Aviões puxam pelo investimento, bancos e construção amortecem recessão

Entrevista a Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal.
(Carlos Manuel Martins/Global Imagens)

Luís Araújo: “A nossa maior concorrência não é um país. É o medo”

Fotografia: D.R.

Teletrabalho continua obrigatório para grupos de risco e pais sem escola

Clube de Criativos deu-lhe uma mona e foi para a Mona