Confirma-se: Alentejo é a melhor região vinícola do mundo para visitar

O Alentejo conquistou o título de "Melhor Região Vinícola a Visitar" no concurso mundial promovido pelo USA Today. Entre os 20 candidatos ao título, esta era a única região portuguesa nomeada.

No site 10 Best, onde foram apresentados os resultados, o Alentejo é descrito como uma região onde os amantes do vinho “fazem uma viagem no tempo”. Os seus vinhos rústicos são “feitos a partir de uma combinação única de variedades indígenas” e a comida “autêntica” aproveita “ao máximo o estilo de vida agrária da região”. As paisagens alentejanas são diversificadas com “olivais e vinhas, aldeias pitorescas, prados cheios de flores e florestas” a completar o cenário.

Em segundo lugar ficou a região de Okanagan Valley, no Canadá. Esta zona é conhecida pelos seus vinhos brancos e pela paisagem rural e montanhosa.

Maipo, a região vinícola mais antiga do Chile, levou a medalha de bronze do concurso. Maipo, também conhecida por “Pequena Bourdeaux” é o centro produtor de vinhos do Chile mais tradicional e famoso pelas suas adegas de inspiração francesa.

Leia também:
Portugal conquistou 15 prémios no World Travel Awards

Marlborough, situada na ilha do sul da Nova Zelândia, ficou em quarto lugar. Considerada a maior região vinícola em crescimento do país, distingue-se pelos vinhos de casta Sauvignon Blanc e Pinot Noir.

Em quinto lugar ficou a Croácia. Este é um lugar conhecido pelo seu vinho branco, onde ele “é uma parte fundamental no dia-a-dia”.

Napa Valley, na Califórnia, está em sexto lugar no ranking. É reconhecida pelo seu vinho, comida e paisagem. No entanto, esta é a região mais cara das 20 nomeadas.

A Toscana, denominada de “quinta essência italiana”, ficou em sétimo lugar. As suas adegas, paisagens e excursões de vinhos são elogiadas pelos especialistas. Esta é uma região e um destino “deslumbrante” quer para os amantes de vinhos quer para as pessoas que não apreciam a bebida.

Oregon, nos Estados Unidos, ficou em oitavo lugar. A região americana é conhecida por produzir um dos melhores Pinot Noir do mundo. É, também, distinguida pelas suas paisagens e pela gastronomia.

Em nono lugar ficou Hunter Valley, na Austrália. Região em que as “viagens de vinho estão bem organizadas” e a comida e hotéis têm “um preço acessível”. Shiraz e Semillon são as castas que distinguem a zona.

Virgínia, nos Estados Unidos, é a região que ocupa o décimo lugar. É conhecida pelas colinas e montanhas que formam a sua paisagem e pelas extensas vinhas.

Os 20 destinos do concurso foram selecionados por um leque de especialistas em enologia. Depois das seleções originais estarem concluídas, foram abertas as votações ao público. O concurso teve a duração de quatro semanas e os resultados foram apresentados esta quarta-feira, dia 6 de agosto.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
José Vieira da Silva, ministro do Trabalho. Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

CML admite comprar 11 prédios da Segurança Social

Emissão de dívida do Benfica foi a menos concorrida de sempre

Os países da OPEP vão produzir mais petróleo. Fotografia: D.R.

Petróleo perde mais de 4,65%

Outros conteúdos GMG
Confirma-se: Alentejo é a melhor região vinícola do mundo para visitar