Riqueza

Diamantes de ex-ditador vão a leilão e valem 19 milhões

Antiga primeira dama das Filipinas, Imelda Marcos. (REUTERS/Erik De Castro/File Photo)
Antiga primeira dama das Filipinas, Imelda Marcos. (REUTERS/Erik De Castro/File Photo)

Estima-se que a riqueza total roubada do ditador filipino Ferdinand Marcos valha 10 mil milhões de dólares.

Um diamante raro de 25 quilates e tiaras cravejadas de pedras preciosas estão entre os milhões de dólares apreendidos em jóias da família do antigo ditador das Filipinas, Ferdinad Marcos, que serão agora leiloadas pelo governo filipino.

O presidente Rodrigo Duterte já deu sinal para o leilão de três conjuntos de jóias recuperados da família e associados do falecido ditador Ferdinand Marcos, disse o secretário-executivo Salvador Medialdea na terça-feira. As coleções – estimadas em 19 milhões de dólares, quando foram avaliadas pela última vez em 2015 – foram guardadas nos cofres do banco central durante três décadas.

“O Gabinete do Presidente não coloca objeções às atividades propostas em relação à venda da coleção de jóias da família Marcos, desde que sujeita ao cumprimento das leis existentes”, disse a Medialdea em comunicado.

O leilão foi proposto a Duterte há oito meses pela comissão que está à procura da riqueza roubada de Marcos. Estima-se que possa valer 10 mil milhões de dólares. Qualquer um, incluindo membros da família Marcos, pode fazer uma oferta pelos conjuntos de jóias, revelou o porta-voz do presidente.

Duterte disse que a filha de Marcos, Imee, ajudou a financiar a campanha, e que está disposto a renunciar o seu cargo no caso de o filho do falecido ditador, Bongbong, ganhar um protesto eleitoral e se tornar vice-presidente.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Angel Gurría, secretário-geral da OCDE, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia. Fotografia: Diana Quintela/ Global Imagens

OCDE. Famílias portuguesas podem perder 50% do rendimento se vier uma nova crise

Angel Gurría, secretário-geral da OCDE, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia. Fotografia: Diana Quintela/ Global Imagens

OCDE. Famílias portuguesas podem perder 50% do rendimento se vier uma nova crise

Alberto Souto de Miranda
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Governo. “Participar no capital” dos CTT é via “em aberto”

Outros conteúdos GMG
Diamantes de ex-ditador vão a leilão e valem 19 milhões