Dispositivo permite detetar drogas nas bebidas

Novo dispositivo portátil consegue detetar a presença de drogas nas bebidas
Novo dispositivo portátil consegue detetar a presença de drogas nas bebidas

O Pd.id, um novo dispositivo portátil e reutilizável, permite aos utilizadores detetar instantaneamente a presença de drogas nas bebidas. Está a ser financiado através de crowdfunding.

O Pd.id, ou Personal Drink ID, é um pequeno aparelho portátil, barato e reutilizável que permite ao utilizador detetar a existência de drogas nas bebidas, designadamente das chamadas date rape drugs, drogas incapacitantes que facilitam o abuso sexual.

Quando imerso na bebida, o Pd.id recolhe uma pequena amostra e através de três testes distintos possibilita ao utilizador saber se aquela bebida foi ou não alterada. Se a bebida estiver, de facto, contaminada, o consumidor será alertado por uma luz LED incorporada no dispositivo ou através do seu smartphone, para o qual será enviado um alerta que esclarecerá quais são as drogas que contaminam a bebida. Para além disso, através do seu smartphone, o consumidor pode aceder a uma base de dados sempre atualizada para garantir que nenhum agente lhe passe despercebido.

Leia o artigo completo no Diário de Notícias

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Biedronka assegura 68% das vendas; Pingo Doce 24%

Jerónimo Martins vai impugnar coima de 24 milhões na Polónia

Parque Eólico

EDP Renováveis vende sete parques eólicos à Finerge em Espanha

Luís Máximo dos Santos é presidente do Fundo de Resolução.

Fundo de Resolução diz que comprador da GNB tinha a proposta “mais atrativa”

Dispositivo permite detetar drogas nas bebidas