E a vencedora do teste da Deco… é a Bimby (com vídeo)

ng3098182

Cozinham, facilitam e aceleram muitas tarefas e os resultados, na maioria dos casos, satisfazem. Em geral, são resistentes e preparadas para durar uns bons anos nas cozinhas. O investimento varia entre 239,90 euros (Ladymaxx Gourmet), no Aldi, e 966 euros (Thermomix Bimby), através de venda direta.

A qualidade compensará o preço a pagar? Esta é a questão que a Deco tentou responder no seu teste às novas concorrentes da líder Bimby.

Dois dia depois de o Pingo Doce ter anunciado que já não lança este ano a sua Chef Gormet, a Deco apresenta os resultados do teste aos principais concorrentes de mercado.

Ler mais: Pingo Doce já não
lança robot de cozinha este ano

De fora ficou outro robot que entretanto apareceu: a Cookii, lançada pela Flama, que estão à
venda nas lojas Worten, por 249 euros.

Bimby, Yämmy e Ladymaxx Gourmet debateram-se, lado a lado, na cozinha da Deco, que conclui: a primeira é superior em praticamente tudo, mas a segunda é quase invencível no preço, com um desempenho não muito inferior.

Assim, resumidamente a avaliação da Deco (que não dispensa o visionamento do vídeo), a Thermomix Bimby (966 euros):

Desempenho: Muito bom

Utilização: Bom

Construção: Médio

Durabilidade: Bom

Consumo: Médio

Yämmi (349 euros)

Desempenho: Bom

Utilização: Médio

Construção: Bom

Durabilidade: Bom

Consumo: Médio

LadyMaxx Gourmet (239,90 euros)

Desempenho: Bom

Utilização: Médio

Construção: Médio

Durabilidade: Médio

Consumo: Muito bom

Quando surgiram novos concorrentes, a Bimby disse ao Dinheiro Vivo que “A concorrência é natural e salutar.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

Motoristas de matérias perigosas em greve concentrados na Companhia Logística de Combustiveis - CLC.
Fotografia: Paulo Spranger / Global Imagens

Combustíveis. Sindicato conseguiu mais 200 sócios com greve

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
E a vencedora do teste da Deco… é a Bimby (com vídeo)