Ela viveu um ano sem gastar dinheiro

Greta Taubert na página pessoal do Facebook
Greta Taubert na página pessoal do Facebook

A jornalista freelancer de 30 anos queria saber como seria a vida em caso de colapso do sistema económico e, para isso, renunciou à sociedade de consumo durante um ano.

Greta Taubert conta toda a sua experiência no livro ‘Apokalypse Jetzt! – o título em alemão para o filme de 1979 ‘Apocalipse Now’, de Francis Ford Coppola, sobre a guerra do Vietname – que foi publicado em fevereiro na Alemanha.

Depois do ano sem consumo, onde a roupa era trocada em lojas em segunda mão e os alimentos cultivados numa horta comunitária, Greta confessou à AFP que a primeira coisa que comprou foram collants. “E produtos de higiene”, acrescentou, numa entrevista em Leipzig, na antiga Alemanha de Leste.

Durante o ano em que renunciou ao consumo, Greta criou os seus próprios desodorizantes em casa, assim como cremes de rosto, pasta para os dentes e até shampoo. Tudo 100% orgânico. “Mas comecei a parecer-me como um Neandertal. Os meus amigos disseram-me: ‘agora estás a ir longe de mais'”, indicou a rir.

Leia o artigo completo no Diário de Notícias

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Diretor-geral da fábrica da PSA Mangualde, José Maria Castro, fotografado na linha de montagem. (Fernando Fontes / Global Imagens )

Futuro da PSA Mangualde depende de apoio do Governo a projeto de 18 milhões

Jerónimo Martins é dona do Pingo Doce

Lojas Pingo Doce “que estavam perto da Mercadona cresceram”

Hebe

Jerónimo Martins expande marca Hebe para Eslováquia e República Checa

Ela viveu um ano sem gastar dinheiro