Ele é o novo head of art da Leo Burnett

ng3114782

A Leo Burnett acaba de nomear Nuno Salvaterra head of art da agência de publicidade.

O profissional foi durante quatro anos director criativo da área de design da agência. “Não é um cargo muito comum em Portugal, mas é uma posição que acho fundamental no momento em que a Leo Burnett está”, diz Luciana Cani, diretora criativa executiva, ao Dinheiro Vivo. “Estamos consolidando a união das equipe de Design e Advertising. Tenho
designers criando filmes, participando em projetos de raiz ao lado da
equipe de above the line. Essas duas áreas estão virando uma só aqui dentro. E ao
meu ver, se complementam perfeitamente”, esclarece.

Como head of arte Nuno Salvaterra passa a supervisionar todos os trabalhos de direção de arte que saiem da Leo Burnett. A opção por um designer e não um diretor de arte sénior para o cargo vem “em linha com as mudanças que temos feito na Leo e para onde queremos levar a excelência do nosso trabalho”, justifica Luciana Cani.”O Nuno tem um olhar muito diferente de um diretor de arte formado em advertising. Ter um Head of Art com experiência em Design é o complemento perfeito para os projetos que fazemos”, acrescenta a responsável criativa.

“Queremos continuar sendo uma agência onde a criatividade é o foco, mas
também onde a execução, a atenção aos detalhes, o cuidado do acabamento
também seja uma referência. É aí que a equipe do Design tem muito a
agregar”, defende Luciana Cani.

A figura de um head of art já foi usada “informalmente” na Exposição que Não Devia Existir (finalista no Cannes Lions) ou na Carma. O projeto, premiado no El Ojo, poderia ter parado com a criação da bicicleta feita de um carro reciclado. Mas, como havia designers envolvidos, explica Luciana Cani, “outras coisas foram surgindo”. Por exemplo, uma tipografia inspirada em quadros de
bicicleta, posters impressos com óleo de carro. “Depois um curta metragem
surgiu porque eu tinha um editor de filmes envolvido na criação. Ou
seja, cabeças com outro tipo de olhar e que somam muito valor à ideia
inicial”, diz. Uma lógica de trabalho que “passa agora a acontecer em todos os trabalhos do dia a dia da Leo”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Paulo Azevedo, Chairman e Co-CEO da Sonae, e Ângelo Paupério, Co-CEO da Sonae.

(Leonel de Castro / Global Imagens)

Sonae SPGS com lucros de 200 milhões até setembro

Veículos estacionados no porto de Setúbal, durante a greve dos estivadores precários, em Setúbal, 14 de novembro de 2018. Em causa está um diferendo laboral desencadeado por um grupo de estivadores precários e a empresa de trabalho portuário Operestiva, que afeta várias empresas, entre as quais a Autoeuropa. ANDRÉ AREIAS/LUSA

Setúbal: Operestiva disposta a negociar se estivadores voltarem ao trabalho

Primeira-ministra Theresa May, 14 de novembro de 2018. EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Brexit: May consegue apoio do Governo e aprova rascunho do acordo final

Outros conteúdos GMG
Ele é o novo head of art da Leo Burnett