Apple

Está aí o rival do Spotify, Apple Music, e é gratuito nos primeiro três meses

ng4318847

A Apple acaba de anunciar oficialmente o seu serviço de streaming de música, que irá competir frente a frente com o Spotify e as outras ofertas já no mercado. Chama-se Apple Music e vai custar 9,99 dólares/euros por mês, com lançamento marcado para 30 de junho em mais de 100 países. A Apple não divulgou a lista de todos os territórios, mas em princípio Portugal está incluído.

“A música liga-se a nós a um nível muito profundo”, disse o CEO Tim Cook, em São Francisco, onde decorre o evento anual de programadores WWDC, “e por isso estamos muito entusiasmados para partilhar convosco este serviço.” Tanto que vão oferecer os primeiros três meses de utilização, um passo arrojado que tem como objetivo atrair consumidores e levá-los a deixar as outras subscrições que possam ter.

O Apple Music baseia-se em três serviços, na verdade: é um sistema de streaming de música, como o Spotify, mas também tem uma emissão de rádio contínua, 24 horas, 7 dias por semana, que será transmitida em directo de três cidades – Los Angeles, Nova Iorque e Londres. Os radialistas responsáveis pela emissão da Beats One, assim se chama, são grandes nomes como Zane Lowe.

Um terceiro serviço é o Connect, que permite a qualquer artista carregar a sua música, vídeos e fotografias na plataforma, como se de uma gigante rede social musical se tratasse. O artista canadiano Drake esteve em palco para explicar o conceito: “isto é algo que simplifica tudo para um músico moderno como eu e para consumidores modernos como vocês.”

O executivo da Apple Eddy Cue fez várias demonstrações, mostrando um visual muito refinado e com grande cuidado ao nível da arte associada a cada página de artista.

Todos estão integrados com a iTunes Store, que não irá deixar de vender música. O evento em São Francisco fechou com a atuação ao vivo de The Weeknd, que estreou o novo single “Can”t feel my face.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gustavo Bom/Global Imagens

Não conseguiu validar as faturas para o IRS? Contribuintes têm mais um dia

A ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva (C), acompanhada pelo secretário de Estado Adjunto, do Trabalho e da Formação Profissional, Miguel Cabrita(D) e pela secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdadepela (D), Rosa Monteiro, durante a reunião da Comissão Permanente de Concertação Social, em Lisboa, 26 de fevereiro de 2020. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Governo propõe licença paga até um ano a part-timers com filhos

O ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Novo Banco: Estado como acionista só dilui posição do Fundo de Resolução

Está aí o rival do Spotify, Apple Music, e é gratuito nos primeiro três meses