Facestore. Portugueses abriram 4 mil lojas no Facebook até março

A Loja da Joana abriu no final de abril
A Loja da Joana abriu no final de abril

Até ao final de março, a plataforma de comércio social Facestore registou a abertura de 4 mil lojas em Portugal. Trata-se de um serviço que foi lançado há um ano e permite transformar uma página de Facebook numa loja online.

Segundo os dados da empresa para o primeiro trimestre, a maioria (60%) das lojas abertas pertence a empresas que “veem no Facebook a oportunidade de venderem os seus produtos na grande
montra online”, sendo o restante “particulares que seguem a tendência e veem no Facebook uma
forma de combater o desemprego.”

Além de mais lojas, as compras também subiram: o número de encomendas registadas na plataforma aumentou 40% no primeiro
trimestre de 2014 (face ao trimestre anterior). O volume de negócios total atingiu 400 mil euros.

Leia mais: Facestore. A sua loja no Facebook

As áreas predominantes na abertura de lojas são vestuário, saúde e
beleza e alimentação, no caso das empresas. No caso dos particulares, a
preferência vai para artigos usados, obras de arte e prestação de
serviços.

A marca revelou também alguns exemplos. A The Gin Box, que comercializa especiarias para Gin, aumentou em 80% as suas vendas na internet através da plataforma Facestore. “O Facebook mostrou-se ser o canal perfeito para lançar um negócio novo em Portugal e o sucesso fez com que a empresa esteja a planear abrir uma nova loja online em Espanha”, diz a Facestore.

Ao nível dos particulares, a marca destaca o caso de Joana Meireles, uma estudante no Curso de Ciências de Comunicação do ISMAI, que abriu a Loja da Joana. “Já está a receber as primeiras encomendas e a servir de exemplo para muitas colegas da faculdade”, sublinha a Facestore.

Lançada em Maio de 2013, a plataforma portuguesa ganhou o primeiro lugar no Prémio Empreendedorismo atribuído pela Comissão Europeia, em 2013.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministros de 21 economias vão reunir-se em Macau

Poder de compra dos portugueses tem maior subida desde o ano 2000

Christine Lagarde, diretora-geral do FMI. Fotografia: D.R.

FMI vai intrometer-se mais nas finanças dos membros

min

Pedro Marques: “Classe 2 pode ser bloqueio a viaturas mais eficientes”

Outros conteúdos GMG
Facestore. Portugueses abriram 4 mil lojas no Facebook até março