Fim do mundo? Neste site pode assistir a tudo em directo

Para os Maias, o Mundo acaba hoje
Para os Maias, o Mundo acaba hoje

Segundo o calendário Maia o mundo acaba amanhã, dia 21 de Dezembro, e
para quem não quiser perder o evento pode assistir online em directo ao
acontecimento.

Através do site Slooh Space Camera vai ser possível assistir ao vivo ao Apocalipse Maia que deverá atingir o Planeta Terra amanhã.

“Em vez de confiarmos nos cenários de fim do mundo que já todos ouviram em todo o mundo, e que tem provocado algum pânico na Rússia, o Slooh adoptou uma atitude de “vamos ver por nós próprios”, contou o colunista da Astronomy Magazine, Bob Berman, ao Mashable.

O Slooh vai emitir em directo a partir de observatórios no Arizona, Estados Unidos, e das Ilhas Canárias, em Espanha. O objectivo passa por procurar no céu tudo o que possa vir a provocar o fim do mundo: Desde misteriosas erupções no Sol até uma colisão com um planeta.

Segundo o calendário Maia, o décimo terceiro “bak’tun”, um ciclo de 144 mil dias, termina a 21 de Dezembro, ou seja, este dia assinala o fim de um ciclo de criação.

Apesar de muitos se questionarem sobre a escolha do dia em si, uma sexta-feira mesmo à beira do fim-de-semana, os peritos recusam qualquer espécie de interferência Maia, porque esta civilização não contabilizava os dias como actualmente.

Na NASA, os cientistas já avisaram que não existe razão para recear o dia de amanhã: “O nosso planeta tem se dado bem ao longo de mais de 4 mil milhões de anos, e cientistas credíveis em todo o mundo não conhecem nenhuma ameaça associada com 2012”, explicaram os cientistas da organização espacial norte-americana em comunicado.

Apesar do mundo poder ou não poder terminar amanhã, o dia 21 é um dia importante em termos celestiais. É o segundo solstício de 2012, sendo o outro em Junho, marcando o início do inverno no hemisfério Norte e o início do verão no hemisfério Sul.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

António Mexia, CEO da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

Saída de clientes da EDP já supera as entradas

Outros conteúdos GMG
Fim do mundo? Neste site pode assistir a tudo em directo