negócios

Falta-lhe espaço para a piscina? Mergulhe num contentor

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

No início da década, fizeram furor as piscinas feitas a partir de contentores de lixo reciclados. Agora, são as piscinas em contentores marítimos.

A falta de espaço e o incómodo com as obras deixaram de ser desculpa (ou motivo) para não ter uma piscina. Que o diga a empresa canadiana Modpools que decidiu reciclar contentores de carga marítimos e transformá-los em piscinas para uso familiar.

A empresa tem disponíveis dois tamanhos destas piscinas que, garante, podem ser montadas num curto espaço de tempo. Em ambos os casos a profundidade é de 1,35 metros.

piscina2Os promotores desta nova solução de piscinas aliaram a tecnologia à eficiência energética, o que permite aquecer a água para uma temperatura ao nível das praias das Maurícias num curto espaço de tempo. Controlar o aquecimento é, de resto, uma função que pode ser feita através do smartphone. Tal como o controlo da iluminação.

O preço base destas piscinas em contentores ronda os 24.700 euros.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página Inicial

Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, com responsáveis da VW na apresentação do T-Roc. Fotografia: DR

Caldeira Cabral confiante em acordo com trabalhadores da Autoeuropa

Fátima Barros, presidente da Anacom
Fotografia: Álvaro Isidoro / Global Imagens

Operadores dificultam rescisões de contratos e Anacom divulga alternativas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Falta-lhe espaço para a piscina? Mergulhe num contentor